Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Retalhos em ilha tunelizados na reconstrução de defeitos da face*

Tunneled island flaps in facial defects reconstruction*


Miguel Pinto de Gouveia1; Ana Isabel Gouveia2; Ana Brinca3; Ricardo Vieira3

1. Departamento de Dermatologia do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) – Coimbra, Portugal
2. Departamento de Dermatologia do Centro Hospitalar Lisboa Norte, EPE (CHLN) – Lisboa, Portugal
3. Unidade de Cirurgia Dermatológica do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC) – Coimbra, Portugal

Trabalho submetido em 10.01.2016
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 27.04.2016
Suporte Financeiro: Nenhum.
Conflito de Interesses: Nenhum.
Como citar este artigo: Pinto-Gouveia M, Gouveia AI, Brinca A, Vieira R. Retalhos em ilha tunelizados na reconstrução de defeitos da face. An Bras Dermatol. 2017;92(5 Supl 1):136-8.

Correspondência:

Miguel Pinto de Gouveia
Av. Bissaya Barreto Praceta Prof. Mota Pinto
3000-045 Coimbra, Portugal
E-mail: miguelpgouveia@gmail.com

 

Resumo

A reconstrução de defeitos cirúrgicos da face constitui um desafio para o cirurgião dermatológico. Apresentamos três casos em que foram utilizados retalhos em ilha tunelizados. Em dois casos, defeitos extensos localizados no dorso e na asa do nariz foram reconstruídos com retalhos em ilha nasogenianos tunelizados pelas vertentes laterais do nariz. No terceiro caso, foi usado um retalho em ilha glabelar tunelizado na reconstrução do canto medial do olho. Apesar da complexa dissecção do pedículo e efeito “em alçapão” frequente, os retalhos em ilha tunelizados possibilitam a reconstrução de defeitos extensos em um único tempo cirúrgico e permitem planear a cicatriz da área doadora em locais de transição entre unidades cosméticas, preservando a simetria facial central.

Palavras-chave: Face; Retalhos cirúrgicos; Reconstrução

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações