Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Criptococose disseminada com manifestação cutânea: relato de série de casos*

Disseminated cryptococcosis with skin lesions: report of a case series*


Marina Zoéga Hayashida; Camila Arai Seque; Victor Pavan Pasin; Milvia Maria Simões e Silva Enokihara; Adriana Maria Porro

Departamento de Dermatologia da Escola Paulista de Medicina, da Universidade Federal de São Paulo (EPM-Unifesp) – São Paulo (SP), Brasil

Trabalho submetido em 04.08.2016
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 23.11.2016
Suporte financeiro: nenhum
Conflitos de interesses: nenhum
Como citar este artigo: Hayashida MZ, Seque CA, Pasin VP, Enokihara MMSS, Porro AM. Criptococose disseminada com manifestação cutânea: relato de série de casos. An Bras Dermatol. 2017;92(5 Supl 1):31-4.

Correspondência:

Marina Zoéga Hayashida
Rua Borges Lagoa, 508 - Vila Clementino
04038-000 - São Paulo, SP Brasil
E-mail: mahayashida@hotmail.com

 

Resumo

Criptococose é uma infecção fúngica comum em pacientes imunocomprometidos, causada pelo gênero Cryptococcus, levando a meningite, pneumonia e lesões de pele. A apresentação clínica cutânea pode ser muito variada. Especificamente nos pacientes receptores de transplantes de órgãos sólidos (imunocomprometidos iatrogenicamente), a criptococose deve ser sempre considerada no diagnóstico diferencial de lesões que lembram celulite, pois o atraso no diagnóstico leva a pior prognóstico e evolução fatal. Relata-se uma série de quatro casos de criptococose com manifestação cutânea, não apenas pela sua raridade, mas também para enfatizar o importante papel do dermatologista no diagnóstico dessa enfermidade.

Palavras-chave: Criptococose; Cryptococcus neoformans; Imunossupressão; Manifestações cutâneas; Transplante de rim

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações