Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Síndrome de leiomiomatose hereditária e carcinoma de células renais: relato de caso e implicações da manifestação precoce*

Hereditary leiomyomatosis and renal cell carcinoma syndrome: a case report and implications of early onset*


Ercan Çaliskan1; Serkan Bodur2; Mustafa Ulubay2; Ibrahim Özmen3; Ali Fuat Çiçek4; Güzin Deveci4; Engin Kaya5

1. Departamento de Dermatologia da Gulhane School of Medicine – Ancara, Turquia
2. Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Gulhane School of Medicine – Ancara, Turquia
3. Departamento de Dermatologia do Çorlu State Hospital – Tekirdag, Turquia
4. Departamento de Patologia da Gulhane School of Medicine – Ancara, Turquia
5. Departamento de Urologia da Gulhane School of Medicine – Ancara, Turquia

Trabalho submetido em 15.11.2015
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 27.04.2016
Suporte financeiro: nenhum
Conflito de interesses: nenhum
Como citar este artigo: Çaliskan E, Bodur S, Ulubay M, Özmen I, Çiçek AF, Deveci G, Kaya E. Síndrome de leiomiomatose hereditária e carcinoma de células renais: relato de caso e implicações da manifestação precoce. An Bras Dermatol. 2017;92(5 Supl 1):147-50.

Correspondência:

Ibrahim Özmen
Çorlu State Hospital Department of Dermatology
Tekirdag, Turkey
E-mail: ibrahimozmen@hotmail.com

 

Resumo

A síndrome de leiomiomatose hereditária e carcinoma de células renais (LHCCR) é uma condição autossômica dominante decorrente de mutações germinativas do gene da fumarato-hidratase, caracterizada por leiomiomas cutâneos e uterinos juntamente com câncer renal. Uma paciente do sexo feminino de 20 anos de idade se apresentou com piloleiomioma segmentar tipo 2 e aumento do fluxo menstrual causado por leiomiomas uterinos. Havia história de nefrectomia bilateral realizada em dois tempos (aos 13 anos e aos 16 anos de idade) em razão de carcinoma papilar de células renais tipo 2. Este caso representa uma manifestação precoce da síndrome de LHCCR. Como a antecipação genética para o câncer renal é uma entidade bem documentada na síndrome de LHCCR, o reconhecimento precoce é crucial tanto para o paciente quanto para a sua família, de forma a permitir o aconselhamento adequado e o início da vigilância.

Palavras-chave: Antecipação genética; Fumarato-hidratase; Neoplasias renais; Leiomiomatose; Mutação

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações