Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 5 S1




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Melanoma in situ e siringoma: um tumor de colisão raro. Relato clínico-patológico de um caso*

Melanoma in situ and syringoma: a rare collision tumor. Clinical-pathological report of a case*


Pablo Umbert-Millet; Monica Quintana-Codina; Montse Salleras-Redonnet

Departamento de Dermatologia. Hospital Universitari Sagrat Cor - Barcelona, Espanha

Trabalho submetido em 29.07.2016
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 13.01.2017
Suporte financeiro: Nenhum
Conflitos de interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Umbert-Millet P, Quintana-Codina M, Salleras-Redonnet M. Melanoma in situ e siringoma: um tumor de colisão raro. Relato clínico-patológico de um caso. An Bras Dermatol. 2017;92(5 Supl 1):86-8.

Correspondência:

Monica Quintana Codina
Viladomat, 288
08029 Barcelona Spain
E-mail: mquintanacodina@gmail.com

 

Resumo

Tumores de colisão contíguos, definidos como dois ou mais tumores distintos que ocorrem em um local, são muitas vezes um achado inesperado e podem representar um desafio diagnóstico, pois as apresentações clínicas e histológicas nem sempre coincidem. Várias combinações de tumores de colisão foram descritas em relação às lesões melanocíticas, sendo a mais frequentemente relatada a combinação de nevo e carcinoma basocelular. Apresentamos um caso incomum no nariz envolvendo um melanoma in situ e um siringoma clinicamente inaparente, que, em nosso conhecimento, é o primeiro relato desta combinação.

Palavras-chave: Imuno-histoquímica; Melanoma; Lentigo; Siringoma

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações