Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 92 Número 6




Voltar ao sumário

 

Revisão

Qual a relevância do fator de crescimento do endotélio vascular e da molécula de adesão intercelular na síndrome do extravasamento capilar sistêmico na psoríase?*

How relevant are vascular endothelial growth factor and intercellular adhesion molecule in the systemic capillary leak syndrome of psoriasis?*


Aline Lopes Bressan1; Daniele Pereira2; Paula Mota Medeiros3,4; Sueli Carneiro1

1. Serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto – Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Clínica privada – Salvador (BA), Brasil
3. Serviço de Dermatologia do Centro Universitário Cesma – Maceió (AL), Brasil
4. Serviço de Dermatologia do Centro Universitário Tiradentes (Unit) – Maceió (AL), Brasil

Trabalho submetido em 03.05.2016
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 24.12.2016
Suporte Financeiro: Nenhum.
Conflito de Interesses: Nenhum.
Como citar este artigo: Bressan AL, Pereira D, Medeiros PM, Carneiro S, Azulay-Abulafia L. Qual a relevância do fator de crescimento do endotélio vascular e da molécula de adesão intercelular na síndrome do extravasamento capilar sistêmico na psoríase? An Bras Dermatol. 2017;92(6):831-4.

Correspondência:

Aline Lopes Bressan
Boulevard 28 de Setembro, 77 Vila Isabel
20551-030 Rio de Janeiro, RJ - Brasil
E-mail: alibressan@gmail.com

 

Resumo

A psoríase é uma doença crônica, caracterizada por lesões eritêmato-escamativas, tendo oito formas de apresentação: em placas ou vulgar, gutata ou em gotas, invertida, pustulosa, artropática, eritrodérmica, ungueal e do couro cabeludo. O desenvolvimento da doença depende de fatores genéticos, estímulos externos e alterações do sistema imunológico. Há grande envolvimento de citocinas pró-inflamatórias, como o TNF-alfa, IL-12 e 23, e, nos casos mais graves, podem ocorrer complicações sistêmicas, intimamente relacionadas à alteração endotelial. Foi realizada uma revisão da literatura para entender o papel do VEGF (fator de crescimento do endotélio vascular) e da ICAM-1 (molécula de adesão intercelular), entre outras citocinas, na síndrome do extravasamento capilar sistêmico, que decorre das psoríases eritrodérmica e pustulosa, formas mais instáveis e com dano endotelial a ser mais bem estudado.

Palavras-chave: Endotélio vascular; Fatores de crescimento endotelial; Fator de crescimento do endotélio vascular derivado de glândula endócrina; Permeabilidade capilar; Psoríase

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações