Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 93 Número 1




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Avaliação da liberação de níquel e cobalto de aparelhos de telefone celular utilizados no Brasil*

Evaluation of nickel and cobalt release from mobile phone devices used in Brazil*


Mariana de Figueiredo Silva Hafner1; Jessica Chia Sin Chen2; Rosana Lazzarini1

1. Clínica de Dermatologia da Santa Casa de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil
2. Acadêmica de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo – São Paulo (SP), Brasil

Trabalho submetido em 14.12.2016.
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 28.03.2017.

Suporte Financeiro: Nenhum.
Conflito de Interesses: Nenhum.

Como citar este artigo: Hafner MFS, Chen JCS, Lazzarini R. Evaluation of nickel and cobalt release from mobile phone devices used in Brazil. An Bras Dermatol. 2018;93(1):152-4.

Correspondência:

Rosana Lazzarini
E-mail: rosana.fototerapia@gmail.com

 

Resumo

Níquel e cobalto são frequentemente responsáveis pela dermatite alérgica de contato por metais. Com o uso crescente de celulares, houve um aumento dos relatos de casos de dermatite alérgica de contato associada a telefones. Este estudo avaliou a liberação de níquel e cobalto de telefones celulares utilizados no Brasil. Aparelhos de seis marcas com total de 20 modelos foram avaliados para liberação de níquel e cobalto. Dos modelos testados, 64,7% foram positivos para níquel, sendo 41,1% positivos na entrada do carregador e 23,5%, em outras áreas. Nenhum deles foi positivo para cobalto. A liberação de níquel foi mais comum em modelos antigos.

Palavras-chave: Cobalto; Níquel; Telefone celular

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações