Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

23

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

23

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 93 Número 2




Voltar ao sumário

 

Investigação

Prevalência de tabagismo, consumo de álcool e síndrome metabólica em pacientes com psoríase*

Prevalence of smoking, alcohol consumption and metabolic syndrome in patients with psoriasis*


Esra Adışen1; Selda Uzun2; Funda Erduran1; Mehmet Ali Gürer1

1. Departamento de Dermatologia da Gazi University Faculty of Medicine – Ankara, Turquia
2. Clínica de Dermatologia do Kahramanmaras Government Hospital – Kahramanmaras, Turquia

Trabalho submetido em 16.06.2016
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 01.03.2017
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Adısen E, Uzun S, Erduran F, Gürer MA. Prevalence of smoking, alcohol consumption and metabolic syndrome in patients with psoriasis. An Bras Dermatol. 2018;93(2)205-11.

Correspondência:

Esra ADIŞEN
E-mail: eozsoy@gazi.edu.tr

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A coexistência de obesidade, hipertensão, resistência insulínica e dislipidemia é definida como síndrome metabólica (SM), que está entre os indicadores importantes de risco para doenças cardiovasculares, diabetes e acidente vascular cerebral (AVC). O tabagismo e o consumo de álcool são outros fatores que levam ao aumento no risco de doença cardiovascular.
OBJETIVO: Investigar a prevalência de síndrome metabólica, tabagismo e consumo de álcool em pacientes com psoríase e a relação entre a gravidade da doença e estes fatores.
MÉTODOS: Foram recrutados 563 pacientes com psoríase crônica, tipo placas, para este estudo transversal. Todos eles preencheram um questionário e foram submetidos a um exame físico completo. Foram registrados os dados sobre os componentes da SM, gravidade/duração da psoríase, tabagismo e consumo de álcool e comorbidades cardiovasculares.
RESULTADOS: Foi avaliado um total de 563 pacientes com idades variando entre 18 e 78 anos. Foi encontrada síndrome metabólica em 12,6% dos pacientes [obesidade central (38,7%), hipertensão (14,3%), dislipidemia (18,6%), diabetes (9,2%)], enquanto 50,3% eram fumantes e 3,3% consumiam álcool. Os pacientes com síndrome metabólica eram mais velhos e tinham mais chance de ter uma doença de longa duração do que aqueles sem síndrome metabólica (p<0,05 para cada um). A prevalência de síndrome metabólica foi maior em mulheres do que em homens. A psoríase era mais grave em pacientes com obesidade central, diabetes e tabagismo do que naqueles sem essas condições (p<0,05 para cada um).
LIMITAÇÕES DO ESTUDO: Modelo retrospectivo.
CONCLUSÕES: Os nossos resultados indicam que a SM é um fator de risco para pacientes com psoríase e idade avançada. A relação entre gravidade da doença e obesidade, diabetes e tabagismo em pacientes com psoríase indica que esses pacientes devem ser informados sobre os riscos metabólicos em potencial e receber terapias para mudanças comportamentais, além de tratamento para psoríase a fim de minimizar estes riscos.

Palavras-chave: Consumo de bebidas alcoólicas; Doenças metabólicas; Hábito de fumar; Psoríase

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações