Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 93 Número 2




Voltar ao sumário

 

Revisão

Manifestações cutâneas de picadas de carrapatos em seres humanos*

Skin manifestations of tick bites in humans*


Vidal Haddad Jr.1; Michel Raineri Haddad2; Mônica Santos3,4; João Luiz Costa Cardoso5

1. Departamento de Dermatologia e Radioterapia - Faculdade de Medicina de Botucatu - Universidade Estadual Paulista (UNESP) – Botucatu (SP), Brasil
2. Departamento de Medicina I - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP) – São José do Rio Preto (SP), Brasil
3. Departamento de dermatologia - Universidade Estadual do Amazonas (UEAM) – Manaus (AM), Brasil
4. Ambulatório de Dermatologia Tropical - Fundação Alfredo da Matta (FUAM) – Manaus (AM), Brasil
5. Clínica Dermatológica Ubatuba – Ubatuba (SP), Brasil

Trabalho submetido em 17.08.2016
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 13.10.2017
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Haddad Jr V, Haddad MR, Santos M, Cardoso JLC. Skin manifestations of tick bites in humans. An Bras Dermatol. 2018;93(2):251-5.

Correspondência:

Vidal Haddad Junior
Email: haddadjr@fmb.unesp.br

 

Resumo

Os carrapatos são artrópodes hematófagos que, por meio da fixação na pele humana através de aparatos bucais, causam manifestações cutâneas iniciais diversas, podendo ainda transmitir doenças infecciosas graves. Em certas situações, as equipes de saúde (e especialmente os dermatologistas) podem enfrentar dificuldades para identificação das lesões e para associá-las aos parasitas. Para auxiliar no diagnóstico clínico, propomos classificação das lesões em lesões primárias, que ocorrem pela fixação do carrapato no hospedeiro (por toxicidade e substâncias anticoagulantes da saliva e/ou inflamação pela penetração e permanência do aparato bucal), e lesões secundárias, que são manifestações causadas por infecções por riquétsias, bactérias, protozoários e fungos inoculados pelos carrapatos.

Palavras-chave: Artrópodes; Carrapatos; Doenças transmitidas por carrapatos; Mordeduras e picadas; Vetores artrópodes

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações