Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 79 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Freqüência de aconselhamento para prevenção de câncer da pele entre as diversas especialidades médicas em Caxias do Sul

Frequency of counseling for skin cancer prevention by the various specialties in Caxias do Sul


ADELAR BOCCHESE NORA1, DANIEL PANAROTTO2, LOUISE LOVATTO3, MÁRCIO MANOZZO BONIATTI3

1Médico dermatologista, professor da disciplina de Dermatologia Ambulatorial do curso de Medicina da Universidade de Caxias do Sul
2Doutor em Endocrinologia, professor das disciplinas de Fisiologia Médica e de Iniciação à Pesquisa do curso de Medicina da Universidade de Caxias do Sul
3Acadêmicos do décimo semestre do curso de Medicina da Universidade de Caxias do Sul

Recebido em 10.10.2002 Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 10.09.2003

Correspondência:
Louise Lovatto Visconde de Pelotas, 1447 / 81 95020-183 Caxias do Sul RS Tel/Fax: (54) 222-0396 / 223-0300 "E-mail":loulovatto@hotmail.com

 

Resumo

*Fundamentos:* O câncer da pele é a forma mais comum de câncer atualmente, apesar de ser um dos mais preveníveis. Não foram encontrados dados na literatura nacional quanto à freqüência de orientação para prevenção desse tipo de câncer de acordo com as diversas especialidades médicas. *Objetivos:* O objetivo do trabalho foi verificar a freqüência de aconselhamento para prevenção de câncer da pele entre as diversas especialidades médicas em uma amostra da população de Caxias do Sul. *Métodos:* Trata-se de um estudo transversal. Foram entrevistadas e examinadas 499 pessoas que procuraram atendimento na área de dermatologia em ações comunitárias realizadas em Caxias do Sul de janeiro a julho de 2002. *Resultados:* Apenas 31,9% (n=159; IC 27,8 - 36,2) das pessoas entrevistadas já haviam recebido aconselhamento pela classe médica para prevenção de câncer da pele. Os pacientes de alto risco com o maior potencial para intervenção, ou seja, pacientes com idade inferior a 20 anos, receberam orientação em freqüência menor do que os pacientes com 20 anos ou mais (26,5% versus 42,5%, respectivamente; p = 0,03). A especialidade de dermatologia foi responsável por mais da metade dos aconselhamentos para prevenção de câncer da pele na população estudada. *Conclusão:* A freqüência de aconselhamento para prevenção de câncer da pele pelos profissionais da saúde é baixa, mesmo para os pacientes de alto risco. A orientação também varia de acordo com a especialidade consultada, tendo apenas a especialidade de dermatologia apresentado alta freqüência de aconselhamento.

Palavras-chave: ACONSELHAMENTO, CARCINOMA BASOCELULAR, CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS, ESPECIALIDADES MÉDICAS, MELANOMA, NEOPLASIAS CUTÂNEAS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações