Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

19

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

19

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 93 Número 2




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Coexistência de lúpus eritematoso cutâneo crônico e alopecia frontal fibrosante*

Coexistence of chronic cutaneous lupus erythematosus and frontal fibrosing alopecia*


Luciana Lima do Nascimento1; Milvia Maria Simões e Silva Enokihara2; Mônica Ribeiro de Azevedo Vasconcellos1

1. Departamento de Dermatologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – São Paulo (SP), Brasil
2. Departamento de Anatomia Patológica da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – São Paulo (SP), Brasil

Trabalho submetido em 15.02.2017
Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 30.05.2017
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Nascimento LL, Enokihara MMSS, Vasconcellos MRA. Coexistence of chronic cutaneous lupus erythematosus and frontal fibrosing alopecia. An Bras Dermatol. 2018;93(2):274-6.

Correspondência:

Mônica Ribeiro de Azevedo Vasconcellos
E-mail: vascmonica@gmail.com

 

Resumo

O lúpus eritematoso é uma doença crônica recidivante que apresenta lesões agudas, subagudas e crônicas. Nele os tipos de alopecia encontrados são o eflúvio telógeno, associado à atividade sistêmica, e a alopecia cicatricial, decorrente das lesões discoides no couro cabeludo. Outros tipos de alopecia, como a alopecia areata, são raros. A alopecia frontal fibrosante é uma alopecia cicatricial que se manifesta com perda pilosa na região frontotemporal e perda de supercílios. Histologicamente é indistinguível do líquen plano pilar — existe controvérsia sobre sua classificação como um subtipo do líquen plano pilar. Descrevem-se os aspectos clínicos, histopatológicos e dermatoscópicos de paciente com lúpus eritematoso cutâneo crônico, de padrão histológico liquenoide, e alopecia frontal fibrosante. Não foram encontradas na literatura descrições de alopecia frontal fibrosante como manifestação do lúpus.

Palavras-chave: Alopecia; Erupções liquenoides; Lúpus eritematoso cutâneo

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações