Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

31

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

31

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 93 Número 3




Voltar ao sumário

 

Relato de Caso

Caso exuberante de metástase cutânea de câncer da mama*

Exuberant case of cutaneous metastasis of breast cancer*


Vítor Angelo Ferreira1; Karla Spelta2; Lucia Martins Diniz3,4; Elton Almeida Lucas1

1. Serviço de Dermatologia, Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória (ES), Brasil
2. Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH); Serviço de Dermatologia, Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória (ES), Brasil
3. Disciplina de Clínica Médica/Dermatologia, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória (ES), Brasil
4. Programa de Residência Médica em Dermatologia, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Vitória (ES), Brasil

Recebido 29 Março 2017.
Aceito 04 Julho 2017.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Ferreira VA, Spelta K, Diniz LM, Lucas EA. Exuberant case of cutaneous metastasis of breast cancer. An Bras Dermatol. 2018;93(3):429-31.

Correspondência:

Vítor Angelo Ferreira
E-mail: vitorangeloferreira@gmail.com

 

Resumo

Metástase cutânea é a principal causa de morbimortalidade de pacientes com câncer, determinando prognóstico reservado. O espectro clínico da doença é amplo, podendo mimetizar condições benignas. O diagnóstico depende de exame clínico acurado e de exames complementares, com destaque ao estudo histopatológico e à imunoistoquímica. Por configurar recaída sistêmica, faz-se necessária a intervenção com quimioterápicos intravenosos, aos quais se podem associar terapêuticas locais. Relata-se o caso de uma paciente de 65 anos com metástase cutânea de câncer da mama tratado 14 anos antes, manifestada por placas eritematovioláceas, infiltradas e endurecidas, extensas, nas regiões laterais do tronco, com seis meses de evolução. Após a avaliação, foi encaminhada ao centro oncológico regional, mas foi a óbito um mês e meio depois.

Palavras-chave: Histologia; Metástase neoplásica; Neoplasias da mama; Recidiva

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações