Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 76 Número 3




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Prurido em um paciente com hepatite anictérica: relato de caso

Pruritus in a patient with anicteric hepatitis: case report


MICHELLE REITZ DO VALLE GAMEIRO1, SIMONE VIOLA AMPUERO GEHLEN1, ROSELI TEREZINHA RUARO1, ADRIANA ROCHA VIDAL TARASTCHUK1, ROSILENE CANZI ALMADA LANZINI2, SÉRGIO OSSAMU IOSHII3

1Residente de Dermatologia.
2Preceptora, Residência de Dermatologia, Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. Professora, Disciplina de Dermatologia da Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná.
3Médico Patologista.

Recebido em 17.11.1999. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 28.03.2001. Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia, Hospital Universitário Evangélico de Curitiba

Correspondência:
Michélle Reitz do Valle Gameiro Rua Souza Naves, 140 / 42 Dois Vizinhos PR 85660-000 Tel/Fax: (46) 536-2642 / 536-2354

 

Resumo

O prurido pode ser sintoma de doença sistêmica. Na doença hepática, foi por muito tempo relacionado à colestase crônica. Os autores relatam o caso de um paciente acometido de prurido durante dois meses, anictérico, sem sinais de colestase, cuja biópsia hepática demonstrou hepatite auto-imune. O objetivo deste trabalho é relatar o caso de um paciente com prurido e hepatite anictérica, e discutir possíveis causas de prurido na doença hepática, não relacionadas à colestase, de forma que o diagnóstico de hepatite auto-imune possa ser lembrado e o tratamento precocemente instaurado, diminuindo assim as complicações da doença e a mortalidade dela decorrente.

Palavras-chave: PRURIDO., HEPATITE ANICTÉRICA, COLESTASE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações