Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 93 Número 6




Voltar ao sumário

 

Especial

Perfil dos atendimentos dermatológicos no Brasil (2018)*

Profile of dermatological consultations in Brazil (2018)*


Sociedade Brasileira de Dermatologia1; Hélio Amante Miot2; Gerson de Oliveira Penna3,4; Andréa Machado Coelho Ramos5; Maria Lúcia Fernandes Penna6; Sílvia Maria Schmidt2; Flávio Barbosa Luz2; Maria Auxiliadora Jeunon Sousa2; Sérgio Luiz Lira Palma2; José Antonio Sanches Junior2

1. Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Rio de Janeiro (RJ), Brasil
2. Diretoria da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Rio de Janeiro (RJ), Brasil
3. Núcleo de Medicina Tropical, Universidade de Brasília, Brasília (DF), Brasil
4. Escola Fiocruz de Governo, Fundação Oswaldo Cruz, Brasília (DF), Brasil
5. Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte (MG), Brasil
6. Universidade Federal Fluminense, Niterói (RJ), Brasil

Recebido 18 Setembro 2018.
Aceito 01 Outubro 2018.
Suporte financeiro: Sociedade Brasileira de Dermatologia
Conflito de interesse: Nenhum
Como citar este artigo: Sociedade Brasileira de Dermatologia, Miot HA, Penna GO, Ramos AMC, Penna MLF, Schmidt SM, Luz FB, Sousa MAJ, Palma SLL, Sanches Junior JA. Profile of dermatological consultations in Brazil (2018). An Bras Dermatol. 2018;93(6):916-28.

Correspondência:

Hélio Amante Miot
E-mail: heliomiot@gmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Doenças dermatológicas figuram entre as primeiras causas de demanda da assistência básica à saúde. Estudos sobre a frequência das dermatoses são importantes para a gerência adequada do planejamento em saúde.
OBJETIVOS: Avaliar o perfil nosológico e de condutas em consultas dermatológicas no Brasil.
MÉTODOS: A Sociedade Brasileira de Dermatologia convidou todos os associados para preenchimento de formulário on-line dos pacientes atendidos entre 21 e 26 de maio de 2018. No formulário, constavam informações demográficas do paciente, tipo de consulta segundo seu financiamento, município do atendimento, diagnóstico e condutas adotadas. As ordenações dos diagnósticos e das terapêuticas foram comparadas de acordo com os subgrupos analisados.
RESULTADOS: Registraram-se dados de 9.629 atendimentos. As causas mais frequentes de consultas foram acne (8,0%), fotoenvelhecimento (7,7%), câncer de pele não melanoma (5,4%) e ceratose actínica (4,7%). Identificaram-se doenças com padrões de ocorrência distintos quanto ao gênero, cor da pele, região geográfica, tipo de financiamento da consulta e faixa etária. Quanto às condutas, fotoproteção foi indicada em 44% dos atendimentos; procedimentos cirúrgicos diagnósticos ocorreram em 7,3%; procedimentos cirúrgicos terapêuticos, em 19,2%; e cosmiátricos, em 7,1%.
LIMITAÇÕES DO ESTUDO: Inquérito não randomizado e amostra de apenas uma semana do ano.
CONCLUSÃO: A pesquisa permitiu traçar um perfil epidemiológico da demanda ambulatorial aos dermatologistas em diferentes contextos. Os resultados apontam ainda a importância da demanda estética no contexto da consulta financiada privadamente, e a importância de doenças como acne, câncer de pele não melanoma, hanseníase e psoríase no âmbito da saúde pública.

Palavras-chave: Dermatologia; Diagnóstico; Epidemiologia; Terapêutica

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações