Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 94 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estudo das neoplasias cutâneas em hospital universitário: integração dos registros anatomopatológicos e sua interface com a literatura*

Study of skin neoplasms in a university hospital: integration of anatomopathological records and its interface with the literature*


Hudson Dutra Rezende1; Ana Paula Moura de Almeida2; Eduardo Shimoda3; Ana Carolina Xavier Milagre1; Liana Moura de Almeida2

1. Programa de Residência Médica de Dermatologia, Hospital Escola Álvaro Alvim, Campos dos Goytacazes (RJ), Brasil
2. Serviço de Dermatologia, Hospital Escola Álvaro Alvim, Campos dos Goytacazes (RJ), Brasil
3. Programa de Pós-Graduação, Mestrado Profissional em Planejamento Regional e Gestão de Cidades, Universidade Cândido Mendes, Campos dos Goytacazes (RJ), Brasil

Recebido 18 Junho 2017.
Aceito 29 Novembro 2017.
Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Rezende HD, Almeida APM, Shimoda E, Milagre ACX, Almeida LM. Study of skin neoplasms in a university hospital: integration of anatomopathological records and its interface with the literature. An Bras Dermatol. 2019;94(1):42-6.

Correspondência:

Ana Paula Moura de Almeida
E-mail: medpaula@yahoo.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS: O câncer da pele é condição altamente prevalente e de etiologia multifatorial, resultante de alterações genéticas, fatores ambientais e estilo de vida. No Brasil, dentre todos os tumores malignos, o câncer da pele é o mais incidente.
OBJETIVO: Avaliar retrospectivamente a incidência, a prevalência e o perfil de acometimento dos carcinomas basocelular, espinocelular e melanoma cutâneo em Campos dos Goytacazes e região.
MÉTODOS: Foram analisados 2.207 laudos histopatológicos do hospital de referência local, entre janeiro de 2013 e dezembro de 2015, dos quais 306 corresponderam às neoplasias em estudo.
RESULTADOS: Dos 306 laudos apreciados, foram identificados 232 carcinomas basocelulares (75,9%), 55 carcinomas espinocelulares (18%) e 19 melanomas cutâneos (6,5%). A face foi o local anatômico mais afetado (58,8%), e as mulheres (51%) foram o gênero mais acometido. A análise temporal revelou decréscimo da incidência global de 3,4% de 2013 para 2014 e de 5,4% de 2014 para 2015. Observou-se aumento de 10,1% dos carcinomas basocelulares e de 38% dos melanomas neste período; entretanto, houve decréscimo do número de carcinomas espinocelulares de 14,8% entre os anos estudados.
LIMITAÇÕES DO ESTUDO: Algumas amostras de fragmentos cutâneos não tinham identificação do local anatômico de origem.
CONCLUSÃO: Pesquisas que geram dados estatísticos sobre os tumores cutâneos produzem ferramentas epidemiológicas úteis na identificação de subgrupos de risco e possibilitam a adoção de futuras medidas de prevenção mais direcionadas e eficientes.

Palavras-chave: Carcinoma basocelular; Carcinoma de células escamosas; Melanoma; Pesquisa sobre serviços de saúde

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações