Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 94 Número 2




Voltar ao sumário

 

Investigação

Psoríase na obesidade: comparação dos níveis séricos de leptina e adiponectina entre indivíduos obesos - casos e controles*

Psoriasis in obesity: comparison of serum levels of leptin and adiponectin in obese subjects - cases and controls*


Nádia Couto Bavoso1; Jackson Machado Pinto1; Maria Marta Sarquis Soares2; Michelle dos Santos Diniz1; Antônio Lúcio Teixeira Júnior3,4

1. Serviço de Dermatologia, Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte, Belo Horizonte (MG), Brasil
2. Departamento de Clínica Médica, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte (MG), Brasil
3. Disciplina de Neurologia, Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte (MG), Brasil
4. Laboratório Interdisciplinar de Investigação Médica, Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte (MG), Brasil

Recebido 04 Outubro 2017.
Aceito 21 Fevereiro 2018.

Suporte Financeiro: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Bavoso NC, Pinto JM, Soares MMS, Diniz MS, Teixeira Jr AL. Psoriasis in obesity: comparison of serum levels of leptin and adiponectin in obese subjects - cases and controls. An Bras Dermatol. 2019;94(2):192-7.

Correspondência:

Nádia Couto Bavoso
E-mail: nadiabavoso@hotmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: A psoríase e a obesidade estão relacionadas e se associam à inflamação sistêmica de baixo grau.
OBJETIVOS: Comparar os níveis de leptina e adiponectina entre pacientes com psoríase e pacientes controles pareados por peso.
MÉTODOS: Foram avaliados 113 pacientes com psoríase e 41 controles com outras queixas dermatológicas.
RESULTADOS: A prevalência de obesidade entre casos foi de 33% e, entre os controles, 21,9%. Não foi observada correlação entre excesso de peso (p=0,25), leptina (p=0,18) ou adiponectina (p=0,762) e gravidade da psoríase. Quando foram comparados casos e controles com excesso de peso, observou-se diferença nos valores de adiponectina (p=0,04). Os casos com excesso de peso apresentaram valores menores que os controles com excesso de peso. Não se verificou diferença nas dosagens de leptina de casos e controles. Nos casos, os pacientes com excesso de peso apresentaram dosagem de leptina maior que aqueles sem excesso de peso (p<0,001).
LIMITAÇÕES DO ESTUDO: Muitos dos casos estavam em uso de medicações anti-inflamatórias sistêmicas.
CONCLUSÕES: A prevalência de obesidade nos pacientes com psoríase (33%) foi maior que a da população geral (17,4%). Não se observou correlação entre gravidade da doença e citocinas inflamatórias ou excesso de peso. Os pacientes casos com psoríase e excesso de peso tiveram menores valores de adiponectina que os controles com excesso de peso. Parece, portanto, haver uma relação entre adiponectina e psoríase, porém essa relação é dependente da presença de obesidade.

Palavras-chave: Adiponectina; Leptina; Obesidade; Psoríase

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações