Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 94 Número 2




Voltar ao sumário

 

Revisão

Eficácia na cicatrização tecidual em pacientes queimados tratados com sulfadiazina de prata 1% versus outros tratamentos: revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados*

Tissue healing efficacy in burn patients treated with 1% silver sulfadiazine versus other treatments: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials*


Alex Bezerra da Silva Maciel1; Josmar França Ortiz2; Beatriz Santos Siqueira3; Gabriela Ferreira Zanette4

1. Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, Universidade do Estado do Amazonas, Manaus (AM), Brasil
2. Programa de Pós-Graduação em Cardiologia e Hemodinâmica, Faculdade Metropolitana de Manaus, Manaus (AM), Brasil
3. Acadêmica de Farmácia, Universidade Federal do Amazonas, Manaus (AM), Brasil
4. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Universidade Federal do Amazonas, Manaus (AM), Brasil

Recebido 25 Março 2018.
Aceito 27 Agosto 2018.

Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de Interesses: Nenhum
Como citar este artigo: Maciel ABS, Ortiz JF, Siqueira BS, Zanette GF. Tissue healing efficacy in burn patients treated with 1% silver sulfadiazine versus other treatments: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. An Bras Dermatol. 2019;94(2):204-10.

Correspondência:

Alex Bezerra da Silva Maciel
E-mail: alexmaciellive@hotmail.com

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Este estudo tem como objetivo avaliar a eficácia na cicatrização tecidual de pacientes queimados tratados com sulfadiazina de prata 1% versus outros tratamentos.
MÉTODO: Trata-se de uma revisão sistemática da literatura e metanálise de ensaios clínicos randomizados, realizados de acordo com as diretrizes do Guideline Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA) e por meio da estratégia PICO, sendo esta pesquisa registrada no International Prospective Register of Systematic Reviews (PROSPERO) sob o número CRD42017081057.
RESULTADOS: Foram recuperados 71 estudos na base MEDLINE/Pubmed, um na Clinical Trials, 19 na Cochrane Library e quatro no LILACS, em cinco buscas manuais. Desses, 81 estudos foram pré-selecionados. Após análise independente, realizada por dois revisores, apenas 11 estudos preenchiam os critérios de inclusão da pesquisa, os quais estão nesta revisão.
CONCLUSÃO: Todos os estudos (n=11) que utilizaram outros tratamentos alternativos à sulfadiazina de prata demonstraram ser superiores no tempo médio de cicatrização completa da ferida, com uma diferença estatisticamente significativa entre os grupos experimental e controle (p<0,00001); diferença de média (-4,26), IC 95% [-5,96, -2,56].

Palavras-chave: Ferimentos e lesões; Queimaduras; Revisão; Sulfadiazina de prata

© 2019 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações