Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 94 Número 2 s1




Voltar ao sumário

 

Psoriasis

Diretrizes diagnósticas e terapêuticas da psoríase em placas – Sociedade Brasileira de Dermatologia*

Diagnostic and therapeutic guidelines for plaque psoriasis – Brazilian Society of Dermatology*


Marcelo Arnone1; Maria Denise Fonseca Takahashi1; André Vicente Esteves de Carvalho2; Wanderley Marques Bernardo3; Aline Lopes Bressan4; Andrea Machado Coelho Ramos5; Aripuanã Cobério Terena6; Cacilda da Silva Souza7 Daniel Holthausen Nunes8 ; Maria Cecília de Carvalho Bortoletto9; Maria de Fátima Santos Paim de Oliveira10; Jane Marcy Neffá11; Luciana Cristina Fieri12; Luna Azulay-Abulafia13,14; Paulo Antônio Oldani Felix15; Renata Ferreira Magalhaes16; Ricardo Romiti1; Tatiana Jerez Jaime17

1. Departamento de Dermatologia, Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo (SP), Brasil
2. Núcleo de Psoríase e Artrite Psoriásica, Serviço de Reumatologia, Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre (RS), Brasil
3. Centro de Desenvolvimento de Educação Médica, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo (SP), Brasil
4. Serviço de Dermatologia, Hospital Universitário Pedro Ernesto, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RJ), Brasil
5. Serviço de Dermatologia, Hospital das Clínicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte (MG), Brasil
6. Centro de Referência em Fototerapia e Fotobiologia Cutânea, Belo Horizonte (MG), Brasil
7. Divisão de Dermatologia, Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto (SP), Brasil
8. Serviço de Dermatologia, Hospital Universitário, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis (SC), Brasil
9. Ambulatório de Dermatologia, Faculdade de Medicina do ABC, Santo André (SP), Brasil
10. DERMAPP – Clínica de Dermatologia, Salvador (BA), Brasil
11. Departamento de Medicina, Clínica Dermatológica, Universidade Federal Fluminense, Niterói (RJ), Brasil
12. Serviço de Dermatologia da Universidade de Mogi das Cruzes, Mogi das Cruzes (SP), Brasil
13. Faculdade de Ciências Médicas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RJ), Brasil
14. Instituto de Dermatologia, Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro (RJ), Brasil
15. Serviço de Dermatologia, Hospital Federal dos Servidores do Estado, Rio de Janeiro (RJ), Brasil
16. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas, Campinas (SP), Brasil
17. Clínica Jerez Dermatologia, Barueri (SP), Brasil

Recebido 14 Dezembro 2018.
Aceito 28 Janeiro 2019.

Suporte Financeiro: Nenhum
Conflito de interesses: Os membros deste artigo declaram que participaram de reuniões, palestras e/ou receberam apoio dos seguintes laboratórios farmacêuticos; Marcelo Arnone: Abbvie, Glenmark, Janssen, Leo Pharma, Lilly, Novartis, Pfizer, UCB Biopharma; Maria Denise Fonseca Takahashi: Abbvie, Janssen e Pfizer; André Vicente Esteves de Carvalho: Abbvie, Janssen, Lilly, Novartis e UCB Biopharma; Wanderley Marques Bernardo: nenhum conflito de interesse; Aline Lopes Bressan: Abbvie; Andréa Machado Coelho Ramos: Abbvie, Janssen, Lilly, Novartis, Sanofi e UCB Biopharma; Aripuana Cobério Terena: Abbvie, Janssen, Lilly, Novartis e Sanofi; Cacilda da Silva Souza: Abbvie, Janssen, Leo Pharma, Lilly e Novartis; Daniel Holthausen Nunes: Abbvie, Janssen, Novartis e Sanofi; Maria Cecília de Carvalho Bortoletto: Abbvie, Janssen e Novartis; Maria de Fátima Santos Paim de Oliveira: Abbvie, Janssen, Leo Pharma e Novartis; Jane Marcy Neffá: Abbvie e Pfizer; Luciana Cristina Fieri: nenhum conflito de interesse; Luna Azulay-Abulafia: Abbvie, Janssen, Leo Pharma, Lilly, Novartis, Pfizer e Roche; Paulo Antônio Oldani Felix: Abbvie, Astra-Zeneca, Janssen, Leo Pharma, Lilly, Novartis, UCB Biopharma; Renata Ferreira Magalhaes: Abbvie, Janssen, Lilly, Novartis e Pfizer; Ricardo Romiti: Abbvie, Galderma, Janssen, Leo Pharma, Lilly, Novartis, Sanofi e UCB Biopharma; Tatiana Jerez Jaime: nenhum conflito de interesse
Como citar este artigo: Arnone M, Takahashi MDF, Carvalho AVE, Bernardo WM, Bressan AL, Ramos AMC, Terena AC, Souza CS, Nunes DH, Bortoletto MCC, Oliveira MFSP, Neffá JM, Fieri LC, Azulay-Abulafia L, Felix PAO, Magalhaes RF, Romiti R, Jaime TJ. Plaque psoriasis diagnostic and treatment guidelines. An Bras Dermatol. 2019;94(2): S76-107.

Correspondência:

Marcelo Arnone
E-mail: arnones@uol.com.br

 

Resumo

A psoríase é doença inflamatória crônica que acomete 1,3% da população brasileira. As manifestações clínicas mais comuns são as lesões eritêmato-descamativas, que acometem ambos os sexos, e podem ocorrer em qualquer sítio anatômico, preferencialmente nos joelhos, cotovelos, couro cabeludo e genitais. Além do impacto sobre a qualidade de vida, o caráter sistêmico da doença faz da psoríase fator de risco independente para doença cardiovascular, principalmente em pacientes jovens com doença grave. Por iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia, dermatologistas com reconhecida experiência prática no manejo clínico da psoríase foram convidados a compor grupo de trabalho que, em parceria com a Associação Médica Brasileira, dedicou-se à elaboração das Diretrizes Diagnósticas e de Tratamento da Psoríase em Placas. Foram definidas questões relevantes para o diagnóstico (avaliação da gravidade e de comorbidades) e tratamento da psoríase em placas. As questões geraram estratégia de busca nas bases de dados Medline-Pubmed até julho de 2018. Posteriormente, foram elaboradas as respostas às perguntas das recomendações, sendo que cada referência bibliográfica selecionada apresentava o correspondente grau de recomendação e força de evidência científica. As recomendações finais foram redigidas pelos coordenadores para elaboração do texto final.

Palavras-chave: Comorbidade; Dermatologia; Guias de prática clínica como assunto; Terapia biológica; Psoríase

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações