Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 76 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Alopecia triangular congênita ocorrendo em irmãs

Congenital triangular alopecia occurring in sisters


JOSÉ MARCOS PEREIRA1

1Ex-professor instrutor de dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

Recebido em 02.12.2000. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 25.07.2001. Trabalho realizado em Clínica privada.

Correspondência:
José Marcos Pereira Rua Sílvio Rodini, 611 apto. 101 Santos SP 02241-000 Tel.: (011) 6452 8727 e 6950 5635 Fax: 6452 8252 "E-mail":jmp@terra.com.br

 

Resumo

A alopecia triangular congênita é uma pequena área alopécica, rara, localizada na região temporal, aceita como congênita e de etiologia desconhecida. Apenas dois trabalhos mencionam o caráter hereditário da doença. O autor apresenta dois casos de alopecia triangular congênita e chama atenção para o fato de suas pacientes serem irmãs. Essa observação reforça a hipótese de a alopecia trian - gular congênita ter caráter hereditário. É discutido também o possível motivo pelo qual a alopecia só é percebida após o segundo ano de vida.

Palavras-chave: ALOPECIA TRIANGULAR CONGÊNITA, NEVO DE BRAUER., ALOPECIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações