Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 76 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Micobacteriose cutânea atípica pós-mesoterapia

Atypical cutaneous mycobacteriosis following mesotherapy


ANA CRISTINA GUERRA DE OLIVEIRA E SOUSA1, CONSTANÇA PITHON PEREIRA1, NEWTON SALES GUIMARAES2, VITÓRIA REGINA REGO3, ARIENE PEDREIRA PAIXÃO4, ARYON DE ALMEIDA BARBOSA JR5

1Especialista em dermatologia pela SBD
2Dermatopatologista, mestre em dermatologia, professor adjunto de dermatologia da Universidade Federal da Bahia
3Professor-assistente de dermatologia da Universidade Federal da Bahia
4Professor auxiliar de dermatologia da Fundação Baiana para o Desenvolvimento das Ciências
5Patologista, mestre, doutor em medicina, pesquisador titular da Fundação Oswaldo Cruz

Recebido em 14.07.2000. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 09.06.2001. Trabalho realizado no IPAC – Instituto de Patologia Geral e Cutânea.

Correspondência:
Dr. Aryon Barbosa Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, FIOCRUZ Rua Valdemar Falcão, 121, Brotas Salvador, BA, 40295-001 Tel: (071) 356-8788 Fax: (071) 356-4292 "E-mail":aryon@cpqgm.fiocruz.br

 

Resumo

Infecções cutâneas causadas por micobactérias de crescimento rápido não são comuns. Os aspectos clínicos, histopatológicos e bacteriológicos não são muito distintos, e seu diagnóstico pode ser difícil. Apresenta-se uma paciente da Bahia, Brasil, com micobacteriose cutânea atípica por Mycobacterium fortuitum após mesoterapia para lipodistrofia regional (celulite), enfatizando-se a importância de considerar micobactérias na patogênese de doenças cutâneas crônicas.

Palavras-chave: MESOTERAPIA, MICOBACTERIOSE CUTÂNEA ATÍPICA, PATOLOGIA DA PELE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações