Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

25

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 95 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Consumo de recursos médicos de psoríase moderada/grave em uma organização privada de saúde de Buenos Aires, Argentina*

Medical resource consumption of moderate/severe psoriasis in a private health organization of buenos aires, argentina*


María Laura Galimberti; Aldana S. Vacas; Barbara A. Hernández; María L. Bollea Garlatti; María J. Cura; Ricardo L. Galimberti

Departamento de Dermatologia, Hospital Italiano de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina

Recebido em 6 de novembro de 2018
Aceito em 19 de abril de 2019
Disponível na Internet em 15 de fevereiro de 2020
Como citar este artigo: Galimberti ML, Vacas AS, Hernandez BA, Bollea Garlatti ML, Cura MJ, Galimberti RL. Medical resource consumption of moderate/severe psoriasis in a private health organization of Buenos Aires, Argentina. An Bras Dermatol. 2020;95:20-4.

Correspondência:

M.L. Galimberti
E-mail: maria.galimberti@hospitalitaliano.org.ar

 

Resumo

FUNDAMENTOS: Apesar do ônus econômico da psoríase para os pacientes e a sociedade, existem poucas informações sobre o impacto e o ônus dessa doença na Argentina.
OBJETIVO: Estimar o consumo de recursos médicos e os custos diretos de assistência médica para pacientes com psoríase moderada/grave em Buenos Aires, Argentina, pela perspectiva do pagador.
MÉTODOS: Adultos com psoríase moderada/grave (a gravidade foi definida como paciente em tratamento sistêmico), de janeiro de 2010 a janeiro de 2014, com 18 anos ou mais, membros do Programa de Assistência Médica Hospitalar Italiana (PAMHI) com pelo menos 18 meses de acompanhamento foram incluídos. Todos os dados de hospitalizações, prescrição de medicamentos, visitas ambulatoriais, consultas e investigações/testes nos 12 meses anteriores à inclusão no estudo foram considerados para a estimativa do consumo de recursos médicos e dos custos diretos dos cuidados de saúde. Os custos do primeiro trimestre de 2018 foram coletados do PAMHI e convertidos em dólares americanos (com a taxa de câmbio de janeiro de 2018).
RESULTADOS: Foram incluídos 791 pacientes. A idade média ao diagnóstico foi de 34 ± 12 anos. Quase 65% dos pacientes eram atendidos habitualmente por um dermatologista, 43% por internistas e 14% por reumatologistas. O custo médio anual direto por paciente foi de US$ 5.326 (IC 95%: 4.125-7.896) por paciente por ano.
LIMITAÇÃO DO ESTUDO: O design do estudo (único centro) e sua natureza retrospectiva são as principais limitações.
CONCLUSÃO: Este é o primeiro estudo argentino que avaliou os custos da psoríase moderada/grave e levou em consideração os custos médicos diretos da doença.

Palavras-chave: Argentina; Custo da doença; Psoríase

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações