Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 82 Número 1




Voltar ao sumário

 

Investigação

Análise da freqüência de trombofilia em pacientes com atrofia branca de Milian

Frequency analysis of thrombophilia in patients with atrophie blanche


ALINE ROBERTA CAMPOS DONATI JORGE1, BRUNO DE CARVALHO FANTINI2, EVANDRO ARARIGBOIA RIVITTI3, JOSEPH E. BENABOU4, CIDIA VASCONCELLOS5, PAULO RICARDO CRIADO6

1Médica Residente de 3° ano do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
2Médico Residente de 2° ano do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
3Professor Titular do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
4Cirurgião Vascular e Ultra-sonografista especializado em dúplex-Doppler colorido vascular periférico do Serviço de Radiologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) - São Paulo (SP), Brasil.
5Dermatologista do Laboratório de Investigação Médica (LIM) 53 do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), São Paulo (SP), Brasil, Pós-doutorada em Medicina Preventiva.
6Dermatologista assistente do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), Mestre em Medicina - São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 16.05.2006. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 28.11.2006. Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) Conflito de interesse declarado: Nenhum. _Como citar este artigo:_ Jorge AD, Fantini BC, Rivitti EA, Benabou JE, Vasconcellos C, Criado PR. Análise da freqüência de trombofilia em pacientes com atrofia branca de Milian. An Bras Dermatol. 2007;82(1):25-33.

Correspondência:
Aline Donati Jorge Rua Mato Grosso, 306 cj 604 Higienópolis 01239 040 São Paulo - SP Tel: 3258-9990 "E-mail":alinedonati@hotmail.com

 

Resumo

*FUNDAMENTOS -* Atrofia branca de Milian ou vasculopatia livedóide é entidade clinicopatológica rara, cuja patogênese não é completamente compreendida. *OBJETIVOS -* Avaliar casos de atrofia branca de Milian para verificar a prevalência de diversas trombofilias. *MATERIAL E MÉTODOS -* Quatorze pacientes foram submetidos a exames laboratoriais incluindo pesquisa de fator V (Leiden), protrombina mutante, dosagem de antitrombina, proteína S e C, pesquisa de anticorpos anticardiolipina e anticoagulante lúpico, dosagem de homocisteína e pesquisa da mutação da metilenotetraidrofolatoredutase. *RESULTADOS -* Dos nove doentes cujos critérios de inclusão foram preenchidos para análise da freqüência de trombofilia, foram encontrados quatro com fatores relacionados à trombofilia: deficiência da antitrombina (um caso), deficiência da proteína S (um caso), mutação da metilenotetraidrofolatoredutase com hiperhomocisteinemia (um caso) e presença de anticorpo anticardiolipina (um caso). *CONCLUSÃO -* Apesar de este estudo não apresentar casuística que possibilite a comparação com a população geral, os dados sugerem a presença de eventos geradores de trombofilia nesses doentes, contribuindo para adoção sistemática de um protocolo de investigação de trombofilia nos doentes portadores de vasculopatia livedóide no Brasil.

Palavras-chave: VASOS SANGÜÍNEOS, TROMBOFILIA/ETIOLOGIA, ANTITROMBINA III, ATROFIA, DERMATOPATIAS VASCULARES, SÍNDROME ANTIFOSFOLIPÍDICA, TROMBOFILIA, TROMBOSE, ÚLCERA DA PERNA, VASCULITE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações