Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 76 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estudo da prevalência de casos de câncer da pele e análise da eficácia da proteção solar na prevenção de lesões causadas por radiação ultravioleta em uma amostra da população

Prevalence study of skin cancer cases and analysis of the efficacy of sunscreen in the prevention of lesions caused by ultraviolet radiation in a sample population


FLAVIO OKIDA1, GERALDINE MADALOSSO2, THIAGO DE LIMA SOUZA3, CARLOS EDUARDO TEIXEIRA POUZA4, ALFREDO SCAFF5, NEY ROMITI6

1Acadêmico do 5o ano da Faculdade de Ciências Médicas de Santos
2Acadêmica do 5o ano da Faculdade de Ciências Médicas de Santos.
3Acadêmico do 4o ano da Faculdade de Ciências Médicas de Santos.
4Acadêmico do 5o ano da Faculdade de Ciências Médicas de Santos.
5Auxiliar de Ensino da Faculdade de Ciências Médicas de Santos.
6Diretor da Faculdade de Ciências Médicas de Santos.

Recebido em 26.01.1999. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 21.08.1999. * Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas de Santos.

Correspondência:
Flavio Okida Rua Professor Djalma Bento 213 / 112 Bl.3 Ed. Quebec São Paulo / Brazil 04678-020 "Email":flaviookida@yahoo.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS – Este trabalho faz um estudo analítico descritivo da prevalência de casos de câncer da pele em uma amostra da população, cujos dados foram coletados na orla da praia, no verão de 1999. OBJETIVO – O objetivo deste trabalho é traçar um perfil da população que freqüenta a praia no verão, avaliando os fatores de risco para lesões causadas pela radiação ultravioleta do sol e estabelecer uma relação entre proteção solar e a prevalência de lesões pré-malignas e malignas, procurando maneiras mais eficientes de levar conhecimentos à população e, com isso, atuar de forma preventiva em um dos poucos tipos de câncer evitáveis por medidas profiláticas: o câncer da pele. MÉTODOS – Foram entrevistados 3422 indivíduos submetidos a um exame dermatológico e a um questionário que abordava, além do uso de proteção solar, aspectos epidemiológicos relevantes, como idade, sexo, procedência, história familiar e pessoal de câncer e o tipo da pele. RESULTADOS E CONCLUSÕES – A maior parte dos resultados obtidos foi semelhante aos encontrados na literatura, permitindo traçar um perfil de risco para o desenvolvimento de lesões causadas por radiação ultravioleta e uma relação entre câncer cutâneo e o tipo da pele, além de questionar um comportamento de risco que poderá ser objeto de estudos no futuro.

Palavras-chave: NEOPLASIAS, PELE, RAIOS ULTRAVIOLETAS, PREVENÇÃO & CONTROLE.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações