Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 76 Número 4




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Sarcoma de Kaposi associado à Síndrome da Imunodeficiencia Adquirida: regressão das lesões após introdução de esquema contendo inibidor da protease.

Kaposi''''s sarcoma associated to Acquired Immunodeficiency Syndrome: regression of the lesions following introduction of a scheme including protease inhibitor.


JOÃO CARLOS REGAZZI AVELLEIRA1, ROBERTHA CARVALHO DE NAKAMURA2, ANDREA CUNHA VOLTA2, MONTAHA JURDI JASSERAND2, ALVARO ANDRÉS LUQUE ACEVEDO2, BERNARD KAWA KAC3

1Dermatologista, Doutorando em Dermatologia, HCFF/UFRJ.
2Médicos Pós-Graduandos do Instituto de Dermatologia
3Patologista do Instituto de Dermatologia

Recebido em 22.02.2000. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 24.04.2001. * Trabalho realizado no Instituto de Dermatologia Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro.

Correspondência:
João Carlos Regazzi Avelleira Rua Diamantina 20/101 Jardim Botânico RJ 22461-150 Tel/Fax: (13) 235-6977 "E-mail":avelleira@unikey.com.br

 

Resumo

Os autores apresentam o caso de um paciente portador da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), que desenvolveu lesões papulosas, eritemato-violáceas, em membros inferiores e superiores, tronco, e nas mucosas peniana e conjuntival. O diagnóstico clínico de sarcoma de Kaposi foi confirmado pelo exame histopatológico. Não havia comprometimento visceral que pudesse ser evidenciado à endoscopia e no raio X de tórax. Cinqüenta e oito dias depois de instituída a terapêutica para a Aids, com Zidovudina (AZT), Lamivudina (3TC) e Indinavir, houve regressão acentuada de todas as lesões do sarcoma de Kaposi. Aceitando-se como agente etiológico do sarcoma de Kaposi um herpes- vírus (HHV-8), o mais provável é que os inibidores da protease ajam indiretamente no controle do HHV-8 ao melhorar o estado imunitário do paciente, permitindo a restauração de uma resposta específica do linfócito T contra o HHV-8.

Palavras-chave: AIDS, SARCOMA DE KAPOSI, INIBIDORES DA PROTEASE, HHV-8.

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações