Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

10

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 77 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Ceratoacantoma - Aspectos Imuno-histoquímicos Diferenciais do Carcinoma de Células Escamosas

Keratoacanthoma: Immunohistochemical Differential Aspects from Squamous Cell Carcinoma.


DAISY MARIA DE A. BITTENCOURT CAMPOS1, NEIDE KALIL GASPAR2, ANTONIO PEDRO ANDRADE GASPAR3, ELIENE CARVALHO DA FONSECA4

1Especialista em estomatologia pela UFRJ & Mestranda em patologia bucodental na UFF.
2Professora Assistente do Departamento de Patologia e Diagnóstico Oral da UFRJ, Especialista em estomatologia pela UFRJ, Mestre em patologia bucal pela UFRJ & Doutoranda em microbiologia na UFRJ.
3Professor Titular do Departamento de Patologia e Diagnóstico Oral da UFRJ & Master of Science in Dentistry em Diagnóstico e Medicina Oral pela Indiana University
4Especialista em estomatologia pela UFRJ

Recebido em 26.01.1999. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 21.08.1999. * Trabalho realizado no Serviço de Anatomia Patológica e Serviço de Dermatopediatria, Hospital de Clínicas de Curitiba - PR.

Correspondência:
Daisy Maria de Ávila Bittencourt Campos Rua São Paulo, 1151 apto 71 - Cerâmica São Caetano do Sul SP 09530-211 Tel: (011) 42295690 Fax: (011) 42383504 "e-mail":mcampos@flamengo.com.br

 

Resumo

FUNDAMENTO - O ceratoacantoma é um tumor cutâneo de crescimento rápido, composto de células escamosas ceratinizadas que apresenta achados clínicos e histopatológicos em comum com o carcinoma de células escamosas (CCE) cutâneo, tornando, às vezes, difícil o diagnóstico diferencial para o patologista. Relatos de lesões de aspecto clássico, clínica e histopatologicamente, exibindo comportamento biológico agressivo, com invasão tumoral e metástases, têm sugerido que o ceratoacantoma pode ser considerado um tipo de CCE. OBJETIVO - Analisar as diferenças imuno-histoquímicas entre o ceratoacantoma e o CCE cutâneo. METODOLOGIA - Foram estudados 14 casos de ceratoacantoma e 12 casos de CCE. Foram realizadas técnicas imuno-histoquímicas, utilizando anticorpos monoclonais para PCNA, p53 e Bcl-2. RESULTADOS - Dentre os casos de ceratoacantoma, 13 (92,8%) mostraram positividade maior para PCNA na região da camada basal ou periférica das massas tumorais, enquanto no CCE foi encontrada positividade variável entre a camada basal e o interior dos ninhos, sugerindo diferenças no modelo de expressão do PCNA entre esses tumores. Todos os casos avaliados demonstraram imunorreação negativa para o proto-oncogene Bcl-2. De forma semelhante ao PCNA, a marcação para p53 (gene supressor tumoral) também se mostrou maior na camada basal do que no interior do tumor, na maioria dos casos de ceratoacantoma, diferentemente dos casos de CCE, onde a maioria apresentou positividade semelhante entre a área periférica e o interior da neoplasia. CONCLUSÕES - A análise dos resultados sugere que positividade para PCNA e p53 maior no interior da massa tumoral do que na periferia invalida o diagnóstico de ceratoacantoma. A positividade para p53 e PCNA se mostrou de forma semelhante entre o ceratoacantoma e o CCE bem diferenciado, apontando para uma aproximação do comportamento biológico desses tumores.

Palavras-chave: CERATOACANTOMA., ANTÍGENO NUCLEAR DE CÉLULA EM PROLIFERAÇÃO, CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações