Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 82 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Pesquisa de Mycobacterium leprae em biópsias de mucosa oral por meio da reação em cadeia da polimerase

Molecular detection of Mycobacterium leprae by polymerase chain reaction in oral mucosa biopsy specimens


GERALDO GOMES DOS SANTOS1, GILBERTO MARCUCCI2, JAYRO GUIMARÃES JÚNIOR1, LEONTINA DA CONCEIÇÃO MARGARIDO3, LUIZ HERALDO CAMARA LOPES4

1Cirurgião-dentista, professor doutor do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo - São Paulo (SP), Brasil.
2Cirurgião-dentista, professor doutor, titular do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo - São Paulo (SP), Brasil.
3Médica, professora doutora do Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - São Paulo (SP), Brasil.
4Médico, diretor do Laboratório de Patologia Molecular e Cirúrgica do Hospital Sírio-Libanês - São Paulo (SP), Brasil.

Recebido em 20.07.2006 Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 13.05.2007 * Trabalho realizado no Laboratório de Ensino e Pesquisa em Análises Clínicas – Universidade Estadual de Maringá – Maringá (PR), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum. Como citar este artigo: Santos GG, Marcucci G, Guimarães Júnior J, Margarido LC, Lopes LHC. Pesquisa de Mycobacterium leprae em biópsias de mucosa oral por meio da reação em cadeia da polimerase. An Bras Dermatol. 2007;82(3): 245-9.

Correspondência:
Geraldo Gomes dos Santos Av. Prof. Lineu Prestes, 2227 Departamento de Estomatologia / Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo 05508 900 - São Paulo - (SP) Tal./ Fax: (11) 3091-7883 / 6979-1588 "E-mail":snina@usp.br

 

Resumo

FUNDAMENTOS - A hanseníase é endêmica na América do Sul, sendo responsável por 3% do total dos casos mundiais e, particularmente, no Brasil, por 85% dos casos sul-americanos. Seu agente pode ser encontrado na mucosa oral sem qualquer alteração evidente, e apenas testes laboratoriais muito sensíveis podem detectar sua presença. OBJETIVOS - Determinar se o genoma do Mycobacterium leprae pode ser encontrado pelo teste da PCR em biópsias com punch da mucosa oral de pacientes com hanseníase. MATERIAL E MÉTODOS - Realizou-se biópsia da mucosa oral normal de sete pacientes com hanseníase multibacilar. Cinco estavam em tratamento durante o estudo, e apenas um, ainda sem tratamento, teve o diagnóstico confirmado pela hematoxilina-eosina e coloração de Fite-Faraco para M. leprae. As peças foram incluídas em parafina e submetidas à PCR para pesquisa de M. leprae. RESULTADOS - Seis dos sete casos foram positivos para M. leprae, e um para Mycobacterium sp., demonstrando-se alta sensibilidade e especificidade do método. CONCLUSÃO - A PCR é método rápido, fácil e confiável para a investigação de rotina da infecção por micobactéria, mesmo quando a doença ainda é assintomática. O diagnóstico pode ser obtido a partir de simples biópsia ambulatorial.

Palavras-chave: CANDIDA, DIAGNÓSTICO BUCAL, HANSENÍASE, MYCOBACTERIUM LEPRAE, REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações