Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 82 Número 3




Voltar ao sumário

 

Síndrome em Questão

Você conhece esta síndrome?

Do you know this syndrome?


MAURÍCIO PEDREIRA PAIXÃO1, HÉLIO AMANTE MIOT2

1Médico dermatologista da Disciplina de Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo - (FMUSP) - São Paulo (SP). Doutorando da disciplina de Telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo (FMUSP) - São Paulo (SP). Especialização em Cirurgia Dermatológica pela Faculdade de Medicina do ABC - Santo André (SP). Médico colaborador do Departamento de Dermatologia da Faculdade de medicina do ABC - Santo André (SP), Brasil.
2Professor-assistente doutor do Departamento de Dermatologia e Radioterapia da Faculdade de Medicina de Botucatu (FMB) - Botucatu (SP). Universidade Estadual Paulista (Unesp) - Botucatu (SP), Brasil.

Recebido em 05.02.2007. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 22.03.2007. * Trabalho realizado no atendimento ambulatorial em clínica privada em Santo André - Santo André (SP), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum. Como citar este artigo: Paixão MP, Miot HA. Você conhece esta síndrome? Síndrome Oculoauriculovertebral (Síndrome de Goldenhar). An Bras Dermatol. 2007;82(3):273-6.

Correspondência:
Maurício Pedreira Paixão Rua Teodoro de Beaurepaire,208 - ap. 151 04279-030-São Paulo - SP Tel/Fax: (11) 9903-1379 / 4493-5455 "E-mail":mauricio_pp@terra.com.br

 

Resumo

A síndrome oculoauriculovertebral, mais comumente conhecida como síndrome de Goldenhar, pode ser diagnosticada pelo dermatologista. Achados como hipoplasia/aplasia de pavilhão auricular e alterações vertebrais, e a presença de trago acessório encontrados no paciente são elementos-chave para a suspeita da síndrome. Sua identificação é de suma importância dada a possibilidade de outras alterações sistêmicas, com impacto até no prognóstico do paciente. Após a confirmação diagnóstica, é interessante a abordagem multidisciplinar e integral em função da potencial pluralidade de manifestações que podem ocorrer na síndrome.

Palavras-chave: DISOSTOSE MANDIBULOFACIAL, SÍNDROME DE GOLDENHAR, TOXOPLASMOSE CEREBRAL

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações