Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 82 Número 3




Voltar ao sumário

 

Qual é seu diagnóstico ?

Caso para Diagnóstico

Case for Diagnosis


GUILHERME CENCI GUIMARÃES1, ANTONIO FRANCISCO BASTOS FILHO2, LÚCIA HELENA FÁVARO ARRUDA3

1Médico dermatologista do Serviço de Dermatologia, Hospital e Maternidade Celso Pierro, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) - Campinas (SP), Brasil.
2Médico dermatologista voluntário do Serviço de Dermatologia, Hospital e Maternidade Celso Pierro, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) - Campinas (SP), Brasil.
3Médica dermatologista. Responsável pelo Serviço de Dermatologia, Hospital e Maternidade Celso Pierro, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) - Campinas (SP). Mestre em Dermatologia pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp) - Campinas (SP), Brasil.

Recebido em 02.08.2006. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 01.11.2006. *Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia, Hospital e Maternidade Celso Pierro, Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) - Campinas (SP), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum. Como citar este artigo: Guimarães GC, Bastos Filho AF, Arruda LHF. Caso para Diagnóstico. Pitiríase rotunda. An Bras Dermatol. 2007;82(3):276-8.

Correspondência:
Guilherme Cenci Guimarães Serviço de Dermatologia, Hospital e Maternidade Celso Pierro, PUC-Campinas. Av. John Boyd Dunlop s/n, Jardim Ipaussurama, 13059-900 - Campinas - SP "E-mail":guicenci@terra.com.br.

 

Resumo

A pitiríase rotunda é dermatose rara, caracterizada por placas circulares bem definidas, hipo ou hiperpigmentadas, localizadas no tronco e porção proximal dos membros. São descritos dois subtipos: o tipo I acomete pacientes negros e orientais sem história familiar de pitiríase rotunda e está relacionado com doença sistêmica concomitante; o tipo II ocorre em caucasianos com história familiar e sem doença subjacente. Descreve-se um caso do tipo I em mulher negra de 39 anos.

Palavras-chave: ADULTO, DERMATOPATIAS GENÉTICAS, MANIFESTAÇÕES CUTÂNEAS, NEOPLASIAS

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações