Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 82 Número 4




Voltar ao sumário

 

Iconografia

Dermatologia comparativa: psoríase hiperceratósica

Comparative dermatology: hyperkeratotic psoriasis


BRUNA DUQUE ESTRADA1, PATRÍCIA MESQUITA COUTO DE AZEVEDO2, JOÃO CARLOS REGAZZI AVELEIRA3, CARLA TAMLER1

1Pós-graduanda do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
2Pós-graduanda do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Pediatra pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
3PhD em Dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor-associado do Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.

Recebido em 26.04.2007. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 07.05.2007. *Trabalho realizado no Instituto de Dermatologia Professor Rubem David Azulay da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Conflito de interesse : Nenhum Suporte financeiro: Nenhum Como citar este artigo: Duque-Estrada B, Azevedo PMC, Tamler C, Avelleira JCR. Dermatologia comparativa: psoríase hiperceratósica. An Bras Dermatol. 2007;82(4):369-71.

Correspondência:
Bruna Duque Estrada Av. Sernambetiba 3300, bloco 01, apt. 1802 22630-010 - Rio de Janeiro - RJ Tel/Fax: (21) 2491-6067 / (21) 3435-6067 "E-mail":bruna.pinto@uol.com.br

 

Resumo

A psoríase possui diversas formas de apresentações clínicas. Lesões hiperceratósicas podem ser observadas e verificam-se na literatura diversas denominações para essas lesões, como elefanthine, rupióide, ostrácea e pseudocórnea. É interessante notar que duas dessas denominações se remetem à semelhança com conchas encontradas nos estudos de conquiliologia: rupióide e ostrácea. Os autores comparam os aspectos morfológicos das variantes da psoríase hiperceratósica com as conchas de diversas espécies de moluscos.

Palavras-chave: CERATOSE, MOLUSCOS, PSORÍASE

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações