Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 71 Número 4




Voltar ao sumário

 

Investigação

Pesquisa da Malassezia furfur em couro cabeludo de lactentes

Search for Malassezia furfur on infant scalps


CLAUDIO DE LELIS F. DE SOUZA1, JOEL FERNANDO MARANGON2, ANNAIR FREITAS DO VALLE1, MARIMIDES A. PIRES ALVES OLIVEIRA1, MARIA TERESA FEITAL CARVALHO3, CARLOS ADOLPHO DE CARVALHO PEREIRA4, OLGA FISCHMAN GOMPERTZ5

1Pós-graduando de Dermatologia, Faculdade de Medicina
2Aluno, Faculdade de Bioquímica
3Professora Adjunta de Dermatologia
4Professor Chefe, Serviço de Dermatologia
5Professora da Disciplina de Biologia Celular, Universidade Federal de São Paulo

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 20.3.96._ *Trabalho realizado com auxílio do CNPq na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF.*

Correspondência:
Cláudio de Lélis Filgueiras de Souza Av. dos Andradas, 890/304 Juiz de Fora MG 36036-000

 

Resumo

FUNDAMENTOS - Dermatite seborréica infantil (DSI) é frequente no período neonatal. _Malassezia furfur_ é um fungo lipofílico que vem sendo exaustivamente citado como a gente da dermatite seborréica do adulto. OBJETIVOS - Estudar um grupo de lactentes para verificar a correlação entre DSI e _M. furfur_. MÉTODOS - Um grupo de 52 lactentes de 0 a 1 ano de idade foi examinado aleatoriamente com manifestação ausente, moderada ou intensa de dermatite seborréica. Escamas do couro cabeludo foram colhidas para a cultura e fita adesiva transparente foi aderida à região frontal para o exame direto. RESULTADOS - Ao exame direto demonstraram positividade para _M. furfur_ 100% na DSI intensa, 85,7% na forma moderada e 70,3% na ausência de DSI. CONCLUSÃO - Os resultados obtidos levam à conclusão de que _M. furfur_ é sapróbio do couro cabeludo, com desenvolvimento exacerbado na DSI intensa.

Palavras-chave: SEBORRÉIA, COURO CABELUDO, LACTENTE, MALASSEZIA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações