Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 68 Número 5




Voltar ao sumário

 

Comunicação

Morte após uso de antimonial pentavalente em leishmaniose tegumentar americana

Death after the use of pentavalent antimonial in american cutaneous leishmaniasis


LUIS FERNANDO FIGUEIREDO KOPKE1, MARIA ESTER MASSARA CAFÉ2, LEONARDO BUENO NEVES2, MARIA ANTONIETA RIOS SCHERRER2, JAKSON MACHADO PINTO2, MARIA SILVIA LABORNE ALVES DE SOUZA2, EVERTON CARLOS SIVIERO DO VALE2, ANA REGINA COELHO DE ANDRADE2, JOSÉ OLINTO PIMENTA DE FIGUEIREDO3, RENATO ANDERSON NEVES PINTO DA SILVA4

1Dermatologista da Clínica Dermatológica do Hospital Felício Rocho. Membro do NEDER (Núcleo de Estudos em Dermatologia de Belo Horizonte - MG)
2Membro do NEDER (Núcleo de Estudos em Dermatologia de Belo Horizonte - MG).
3Chefe de Equipe de Medicina Interna do Hospital Felício Rocho - Belo Horizonte - MG.
4Assistente da Equipe de Medicina Interna do Hospital Felício Rocho - Belo Horizonte - MG.

Correspondência:
Luís Fernando Figueiredo Kopke Rua Rio Grande do Norte 1.560/Conj. 702 30130-131 - Belo Horizonte - MG.

 

Resumo

Apresenta-se um caso de uma paciente feminina, de 56 anos de idade, natural e procedente de André Fernandes (MG), com quadro clínico e histopatológico de Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), portadora de lesão única na glabela. Foi medicada com antimoniato de N-metil-glucamina intravenoso na dose de 20mgSbV/kg/dia, diluído em 250ml de SGl (tempo de infusão: 3-4 horas), por 30 dias seguidos. A paciente era hígida, exceto por uma leve hipertensão arterial sistêmica e durante todo o tratamento, apenas apresentou como efeito colateral a ocorrência de tremores que desapareceram com a continuação da terapêutica. Três dias após o término do tratamento a paciente apresentou quadro convulsivo generalizado e perda de consciência de instalação abrupta. Exames laboratoriais revelaram-se compatíveis com insuficiência hepática e renal graves. Sete dias após o início do quadro convulsivo, a paciente foi a óbito. Levando-se em conta o largo uso dos antimoniais pentavalentes na LTA, a ocorrência de insuficiências renal e hepática concomitantes é rara e deve ser relatada. Questionamos também se as manifestações neurológicas observadas no caso não seriam diretamente causadas pela droga.

Palavras-chave: N-METIL-GLUCAMINA, LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações