Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

6

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 69 Número 4




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Dermatites fitogênicas: a propósito de dois casos de fotossensibilização por aroeira

Phytogenic dermatitis: report of two cases of photosensibilization by "aroeira" (genus schinus)


OSMAR LUPI DA ROSA SANTOS1, ABSALOM LIMA FILGUEIRA2

1Mestrando em Dermatologia
2Professor Titular de Dermatologia; Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Dermatologia (Mestrado e Doutorado)

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 22.5.94._ *Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia, Setor de Fotodermatologia, Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, Universidade Federal do Rio de Janeiro - HUCFF/UFRJ.*

Correspondência:
Omar Lupi da Rosa Santos Rua Botucatu, 71 Rio de Janeiro RJ 20541-340

 

Resumo

A família das Anacardiáceas é sobejamente conhecida por sua capacidade de provocar dermatite de contato, devido ao seu alto potencial antigênico. Engloba diversas espécies de plantas como o _poison ivy_, o _poison oak_ e a aroeira-preta ( _Litbraea brasiliensis_ ). A substância ativa é o urushiol (3-n-pentadecilcatecol), encontrada na resina da casca dessas plantas. Dois casos de fotossensibilização após o uso tópico de produto de infusão da aroeira, são descritos.

Palavras-chave: DISTÚRBIOS DE FOTOSSENSIBILIDADE, DERMATITE DE CONTATO, PLANTAS

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações