Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 69 Número 5




Voltar ao sumário

 

Investigação

Experiência do grupo de cirurgia micrográfica de Mohs do HCFMUSP: dezembro/1989 a abril/1993

Experience of the Mohs'''' micrographic surgery staff of the HCFMUSP: December/1989 to April/1993


SELMA SCHUARTZ CERNEA1

1Ex-Médica Assistente do Departamento de Dermatologia do HCFMUSP; atual responsável pelo Serviço de Cirurgia Micrográfica do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 25.8.94._ *Trabalho realizado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina - USP.

Correspondência:
Selma S. Cernea Rua Carlos Sampaio, 304/11º andar São Paulo SP 01333-020

 

Resumo

FUNDAMENTO - A cirurgia micrográfica de Mohs é uma técnica utilizada para o tratamento de neoplasias cutâneas de comportamento biológico agressivo, tais como tumores recidivados, carcinomas basocelulares esclerodermiformes, carcinomas espinocelulares, entre outros. OBJETIVO - Apresentar a experiência do primeiro serviço universitário brasileiro especializado nessa técnica operatória. MÉTODO - Foram analisados retrospectivamente 154 pacientes submetidos a exérese de 206 lesões. RESULTADOS - Houve 12 recidivas no período estudado, havendo portanto, índice de cura de 94,2%, no mesmo período. CONCLUSÕES - Apesar do tempo de seguimento ainda ser limitado, os índices de cura obtidos foram altas e comparáveis aos registrados na literatura internacional, atestando a eficácia do método, em casos selecionados.

Palavras-chave: CARCINOMA BASOCELULAR, CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS, CIRURGIA DE MOHS, NEOPLASIAS CUTÂNEAS

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações