Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

4

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

4

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 70 Número 1




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Corno cutâneo: estudo retrospectivo de 514 casos

Corno cutâneo: estudo retrospectivo de 514 casos


CYRO FESTA NETO1, SILVIA FALDA2, EVANDRO ARARIGBOIA RIVITTI3

1Professor Assistente
2Médico residente
3Professor Titular

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 08.12.94._ *Trabalho realizado no Departamento de Dermatologia (Chefe do Serviço: Prof. Evandro A. Rivitti), Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo.

Correspondência:
Cyro Festa Neto Rua Tabapuã, 649/56 São Paulo SP 04533-012

 

Resumo

Estudo retrospectivo de 514 cornos cutâneos a partir de laudos anatomopatológicos. No estudo os cornos cutâneos, com grande frequência, têm como base histopatológica lesões pré-malignas (49,2%) e malignas (25,2%). Das lesões pré-malignas, a mais frequente é a ceratose actínica; e, das malignas, o carcinoma espinocelular. Esse fato por si demonstra a importância dessa patologia. A grande influência da ação actínica na gênese dessas lesões fica sugerida pela incidência maior, ainda que não exclusiva, nas áreas expostas. Fica demonstrada a importância da exérese e do estudo histopatológico dessas lesões para sua cura e diagnóstico definitivo.

Palavras-chave: NEOPLASIAS CUTÂNEAS

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações