Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

5

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 52 Número 1




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

O teste da tricofitina como subsídio diagnóstico nas dermatofitoses


SYLVIO FRAGA

Correspondência:
Rua Haddock Lobo, 53/1304 Tijuca 20.000 Rio – RJ.

 

Resumo

Neste trabalho estudamos a possível influência de alguns fatores na reação à tricofitina em cento e treze casos e dermalofitose - tempo de evolução, formas clínicas, espécies causadoras e estado atópico dos pacientes. O valor diagnóstico do leste da tricofitina é apreciado e os resultados obtidos são comparados com os do grupo controle composto de trinta indivíduos: a) a percentagem de pacientes com reação positiva à tricofitina, aumentou na razão direta do tempo de evolução da doença. b) a percentagem de reatores foi significativamente menor entre as pacientes portadores de Dermatofícea capitis e circinada.c) houve predomínio significativo da positividade do teste nos casos de Dermatofícea marginada. d) a percentagem de casos reatores foi mais elevada quando isolado o Trichophyton mentagrophytes. e) não foram observadas reações de tipo imediato nos pacientes atópicos e/ou com infecção pelo Trichophyton rubrum. f) nossos achados mostram que o exame direto é o melhor método diagnóstico nas dermatofiloses.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações