Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 52 Número 2




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Tratamento da lepra com a associação sulfamoxol e trimetoprin


ESTEVAM DE ALMEIDA NETO1, M. D. JORGE2

1Prof. Ass. - Dr. do Departamento de Medicina Tropical e Dermatologia - FMUSP, Médico da Secção de Elucidação Diagnóstica da Divisão de Hansenologia e Dermatologia Sanitária do Instituto de Saúde
2Médico encarregado da Secção de Elucidação Diagnóstica da Divisão de Hansenologia e Dermatologia Sanitária do Instituto de Saúde

Trabalho realizado no Hospital das Clínicas - Clínica de Dermatologia - Serviço do Prof. Sebastião A. P. Sampaio e na Secção de Elucidação Diagnóstica do antigo D.P.L. de São Paulo. O medicamento foi fornecido pela Grünenthal

Correspondência:
Dr. Estevam de Almeida Neto Av. Brigadeiro Luis Antonio 2050/4º/47 São Paulo - SP

 

Resumo

Os autores comparam, num ensaio duplo-cego, a atividade do DDS e da associação Sulfamoxol + Trimetoprin no tratamento de pacientes leo­promatosos. Após doze meses de observação, concluem pela inatividade específica do Trimetroprim e pela atividade específica do Sulfamoxol em­bora ligeiramente interior à do DDS.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações