Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

1

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

1

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 53 Número 2




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Escabiose impetiginizada e glamerulonefrite difusa aguda

Escabiose impetiginizada e glamerulonefrite difusa aguda


NELSON GUIMARÃES PROENÇA1, HUMBERTO FRUCCHI2

1Professor Pleno
2Residente

Trabalho realizado na Disciplina de Dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Correspondência:
Nelson G. Proença Rua Dr. César, 62, cj. 23 02013 - São Paulo - SP

 

Resumo

O reaparecimento da escabiose, com caráter epidêmico, é um fenômeno de dimensões universais. Em conseqüência da impetiginização da escabiose, vem sendo verificado um aumento progressivo do número de doentes com glomerulonefrite difusa aguda (GNDA), nos quais o foco estreptocócico está na pele impetiginizada. Na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, um levantamento foi feito, no Departamento de Pediatria. Foi verificado que, na atualidade, 44,2% dos casos de GNDA resultam de escabiose infectada. Os autores fizeram um levantamento dos casos de GNDA realizados no Departamento de Medicina da Santa Casa de São Paulo, no período 1973-1977. Foram encontrados 20 doentes, em 5 dos quais a escabiose infectada havia precedido o aparecimento da GNDA. O objetivo da presente comunicação é o de realçar o fato de que a escabiose, embora seja doença benigna, pode apresentar intercorrência como a GNDA, de inegável gravidade.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações