Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 70 Número 5




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Síndrome de Melkersson-Rosenthal: tratamento com clofazimina

Melkersson-Rosenthal syndrome: treatment with clofazimine


MÔNICA MARIS LIMA1, ITAMAR BELO DOS SANTOS2, ZORAIDE ARAÚJO BRANDÃO DUQUE3, EMMANUEL RODRIGUES DE FRANÇA4

1Professora.
2Chefe do Serviço.
3Patologista.
4Professor Auxiliar, Faculdade de Ciências Médicas - UPE.

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 27.7.95._ *Trabalho realizado no Centro de Estudos Dermatológicos do Recife - CEDER.*

Correspondência:
Itamar Belo dos Santos Estrada do Encanamento, 1364 Recife PE 52070-000

 

Resumo

Os autores relatam o caso de um paciente do sexo masculino, com 25 anos de idade, portador de hipertrofia do lábio inferior, língua plicaturata e paralisia facial. O diagnóstico de síndrom de Melkersson-Rosenthal baseou-se na tríade clínica e na histologia granulomatosa da lesão labial. Obtiveram regressão quase total da queilite com o uso de 100mg/dia de clofazimina seguido de 200mg, duas vezes por semana, durante três meses.

Palavras-chave: SÍNDROME DE MELKERSSON-ROSENTHAL., CLOFAZIMINA, QUEILITE

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações