Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

9

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 81 Número 1




Voltar ao sumário

 

Qual é seu diagnóstico ?

Caso para diagnóstico

Case for diagnosis


FERNANDA H. M. DE SOUZA1, BETINA WERNER2, LEILA CRISTINA CAVALIN3, MAURÍCIO SHIGUERU SATO4, SERGIO ZUÑEDA SERAFINI5

1Estudante do quinto ano de medicina da Universidade Federal do Paraná – UFPR - Curitiba (PR), Brasil.
2Médica patologista e doutoranda do curso de Pós-graduação do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná – UFPR - Curitiba (PR), Brasil.
3Médica residente do primeiro ano do Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná – UFPR - Curitiba (PR), Brasil.
4Médico especializando do primeiro ano do Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná – UFPR - Curitiba (PR), Brasil.
5Médico Dermatologista e Professor-adjunto da Disciplina de Dermatologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná – UFPR - Curitiba (PR), Brasil.

Recebido em 29.12.2005. Aprovado pelo Conselho Editorial e aceito para publicação em 13.01.2006. Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná – UFPR - Curitiba (PR), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum. _Como citar este artigo:_ Souza FHM, Werner B, Cavalin LC, Sato MS, Serafini SZ. Caso para diagnóstico. An Bras Dermatol. 2006;81(1):91-3.

Correspondência:
Endereço para correspondência: Fernanda H. Mello de Souza Rua Gal. Polli Coelho, 355 - Tarumã 82800-180 - Curitiba – PR Telefone: 3365-1170 Fax: 3366-4867 "E-mail":nandahms@gmail.com

 

Resumo

Pseudoxantoma elástico perfurante periumbilical é distúrbio adquirido do tecido elástico, que acomete mulheres multíparas. Apresenta-se um caso dessa condição em mulher de 74 anos (G10, P10) mostrando placa amarelada de aspecto reticular com áreas constituídas por pápulas eritêmato-ceratósicas. A histologia demonstra derme reticular com fibras conjuntivas basofílicas e irregulares, além de área de hiperplasia epidérmica, com eliminação de fibras elásticas através de canal repleto de ceratina.

Palavras-chave: PARIDADE, PSEUDOXANTOMA ELÁSTICO, UMBIGO

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações