Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 70 Número 6




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Carcinoma basocelular tratado com cirurgia micrográfica pelo método de Munique

Basal cell carcinoma treated with micrographic surgery using the Munich method


LUIS FERNANDO FIGUEIREDO KOPKE1, VALÉRIA GOMES BARBOSA2, IVAN CURTISS SILVIANO BRANDÃO2

1Mestre em Dermatologia. Faculdade de Medicina - UFMG. Preceptor de Cirurgia Dermatológica. Serviço de Dermatologia, Santa Casa de Belo Horizonte e do Hospital das Clínicas - UFMG.
2Residente. Serviço de Dermatologia, Santa Casa de Belo Horizonte.

_Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 10.10.95._ *Trabalho realizado no Serviço de Dermatologia da Santa Casa de Belo Horizonte (Chefia: Dr. Jackson Machado Pinto).*

 

Resumo

O método micrográfico de Munique é uma das variações da cirurgia micrográfica que examina tridimensionalmente a peça cirúrgica, do seu fundo até a borda epidérmica, sendo sempre possível a observação do tumor em relação às bordas cirúrgicas. Ele difere essencialmente do método de Mohs, exame micrográfico periférico, que observa apenas a borda externa da peça cirúrgica. Dessa forma, com o método de Munique, as relações do tumor com as margens cirúrgicas podem ser mais bem estudadas. Utilizando vários cortes seqüenciais de corte, má interpretação de cortes oblíquos de folículos pilosos, desgaste excessivo da peça até que se consiga um bom corte para análise, podem ser evitados com o método de Munique. Este trabalho descreve um caso clínico e toda a metodologia da cirurgia micrográfica pelo método de Munique.

Palavras-chave: CIRURGIA DE MOHS., CARCINOMA BASOCELULAR, CIRURGIA

© 2018 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações