Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

36

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 55 Número 2




Voltar ao sumário

 

Caso Clínico

Acantose nigricante da aréola mamária


TEREZA CRISTINA DE OLIVEIRA1, MARIA BEATRIZ PUZZI TAUBE2, MARIO CARBONARI FILHO3

1Residente
2Professora Assistente
3Professor Assistente

Trabalho do Centro de Dermatologia e Venereologia da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Prof. Aureliano da Fonseca).

 

Resumo

APRESENTA-SE UM CASO DE ACANTOSE NIGRICANTE ACOMETENDO ARÉOLA MAMÁRIA E MAMILO E DISCRETAMENTE AS AXILAS E O PESCOÇO. O PRINCIPAL DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL FAZ-SE COM A "HIPERCERATOSE DE ARÉOLA MAMÁRIA", PATOLOGIA DESCRITA POR URBACH EM 1925. E QUE LEVY-FRANCKEL (1934) DIVIDIU EM TRÊS CATEGORIAS: A) ACOMETIMENTO DA REGIÃO COMO EXTENSÃO DE UM NEVO EPIDÉRMICO, B) FAZENDO PARTE DE UMA ICTIOSE E C) FORMA NÉVICA. OS AUTORES ACRESCENTAM A ESTA CLASSIFICAÇÃO A ACANTOSE NIGRICANTE.

Palavras-chave: ACANTOSE NIGRICANS

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações