Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

8

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 81 Número 2




Voltar ao sumário

 

Investigação

Estratégias de coping e níveis de estresse em pacientes portadores de psoríase

Coping strategies and stress levels in patients with psoriasis


JULIANA DORS TIGRE DA SILVA1, MARISA CAMPIO MÜLLER2, RENAN RANGEL BONAMIGO3

1Psicóloga. Mestre em Psicologia Clínica - PUC-RS. Especialista em Saúde Coletiva - ESP - Porto Alegre (RS), Brasil.
2Doutora em Psicologia Clínica - PUC-SP - São Paulo (SP). Professora adjunta da Faculdade de Psicologia - PUC-RS e Coordenadora do Grupo Psicologia da Saúde do Programa de Pós-graduação em Psicologia da PUC-RS - Porto Alegre (RS), Brasil.
3Doutor em Ciências Médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Professor adjunto de Dermatologia da Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre. Preceptor da Residência em Dermatologia da Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul e Coordenador do Serviço de Dermatologia do Hospital Mãe de Deus - Porto Alegre (RS), Brasil.

Recebido em 08.06.2005. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 22.01.2006. Trabalho realizado no Ambulatório de Dermatologia Sanitária, Ambulatório de Dermatologia do Hospital São Lucas da PUC-RS e Ambulatório de Dermatologia do Complexo Hospitalar Santa Casa - Porto Alegre (RS), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum _Como citar este artigo:_ Silva JDT, Müller MC, Bonamigo RR. Estratégias de coping e níveis de estresse em pacientes portadores de psoríase. An Bras Dermatol. 2006;81(2):143-9.

Correspondência:
Juliana Dors Tigre da Silva Desemb. Moreno Loureiro Lima, 485/501 – Bela Vista 90450-130 - Porto Alegre - RS Tel.: (51) 9808-4838 "E-mail":mailto:julianadts@terra.com.br

 

Resumo

*Fundamentos:* Pesquisas atuais estão direcionando seu foco aos aspectos psicossociais envolvidos nas dermatoses crônicas. Esses fatores podem contribuir para a exacerbação da psoríase entre 40 e 80% dos casos, causando grande impacto na qualidade de vida desses pacientes. *Objetivos:* Verificar estratégias de _coping_ e identificar níveis de estresse do portador de psoríase. *Métodos:* Estudo transversal, com amostra de 115 pacientes, divididos em 61 com psoríase e 54 do grupo controle com dermatoses crônicas. Instrumentos: Inventário de Estratégias de _coping_ e Inventário de Sintomas de Estresse para Adultos de Lipp. *Resultados:* Destacam-se as estratégias de _coping_ autocontrole (p=0,027) e fuga e esquiva (p=0,014) utilizadas mais pelo grupo com psoríase e níveis de estresse altos para os dois grupos (p=0,838). *Conclusão:* Pacientes com psoríase utilizam estratégias de coping específicas para o enfrentamento da doença de pele, quando comparados a outros pacientes com doenças crônicas de pele demonstrando relevante nível de estresse. A integração dos resultados possibilita o entendimento do estado específico que portadores de psoríase vivenciam e que denuncia a premência de intervenções mais abrangentes que envolvam também as dimensões psíquica e social.

Palavras-chave: PSYCHOLOGICAL, ADAPTATION, ADAPTAÇÃO PSICOLÓGICA, ESTRESSE, PELE, PSORÍASE, QUALIDADE DE VIDA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações