Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 81 Número 2




Voltar ao sumário

 

Artigo de revisão

Doença de Kimura não é hiperplasia angiolinfóide com eosinofilia: correlação clinicopatológica com revisão da literatura e definição de critérios diagnósticos

Kimura disease is not angiolymphoid hyperplasia with eosinophilia: clinical and pathological correlation with literature review and definition of diagnostic criteria


PEDRO LEONARDO V. BRIGGS PEÇANHA1

1Doutor em Dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ - Rio de Janeiro (RJ), Brasil. Fellow em Dermatopatologia pela New York University.

Trabalho parcialmente realizado na New York University, NYU Medical Center - New York, NY, EUA. Conflito de interesse declarado: Nenhum. _Como citar este artigo:_ Briggs PL. Doença de Kimura não é hiperplasia angiolinfoide com eosinofilia: correlação clínico-patológica com revisão da literatura e definição de critérios diagnósticos. An Bras Dermatol. 2006;81(2):167-73.

Correspondência:
Pedro Leonardo Briggs Rua Voluntários da Pátria, 445/1207 22270-000 - Rio de Janeiro - RJ

 

Resumo

A doença de Kimura é doença inflamatória crônica que se manifesta como crescimento tumoral indolor na região da cabeça e do pescoço, freqüentemente associada à linfoadenopatia cervical. Por ser doença rara, ter sido descrita inicialmente na literatura oriental e ter características em comum com a hiperplasia angiolinfóide com eosinofilia, a doença de Kimura tem sido confundida com essa enfermidade, da qual deve ser distinguida. Neste artigo, revisam-se as características clínicas e histopatológicas e apresentam-se critérios para a diferenciação dessas duas entidades.

Palavras-chave: HEMANGIOMA, HIPERPLASIA ANGIOLINFÓIDE COM EOSINOFILIA, HISTOLOGIA

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações