Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 39 Número 4




Voltar ao sumário

 

Trabalhos originais

Elasteidose cutâneo nodular com cistos e comedões, (moléstia de Favre-Racouchout) coexistente com acrodermatite crônica atrofiante (moléstia de Pick-Herxheimer)


GUILHERME VILLELA CURBAN1, LUIZ HENRIQUE CAMARGO PASCHOAL2, SOARES J. A.3, SEBASTIÃO A. PRADO SAMPAIO4

1Doc. Liv.
2Assist.. ext.
3Assist. ext.
4Prof. Cat.

*Trabalho da Clínica Dermatológica e Sifilografica da Faculdade de Medicina de São Paulo da Universidade de São Paulo.: (Professor Sebastião A.P. Sampaio).*

 

Resumo

No presente trabalho é estudado um caso de Elasteidose cutânea nodular com cistos e comedões (moléstia de Favre-Racouchot) coexistente com Acrodermatite crônica atrofiante de Pick-Herxheimer. O paciente, branco, de 63 anos de idade, brasileiro, lavrador, apresentava na face e orelhas, lesões clínicas e histológicas típicas da moléstia de Favre-Racouchot e nos membros superiores, inferiores, tronco, nádegas lesões próprias da Acrodermatite crônica atrofiante de Pick-Herxheimer. O estudo comparativo, clínica, histológico e terapêutico revelou inexistência de filiação ou afinidade entre ambas, cuja ocorrência simultânea parece meramente casual. Por ser menos freqüente ou talvez por ter merecido menor atenção a moléstia de Favre-Racouchot, não obstante ter sido descrita há mais de 30 anos, é pouco conhecida, razão pela qual foi dado maior destaque ao seu estudo nesta comunicação. Com uma revisão bibliográfica é feito o estudo de suas características clínicas e histológicas, consideradas as particularidades do caso que constitui objeto dêste trabalho.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações