Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

2

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 43 Número 2




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Elastosis perforans


E. C. CAMPOS1, GISELA DE SOUZA DEL PINO2

1Professor da cadeira de Clínica Dermatológica da Faculdade Católica de Medicina de Porto Alegre - RS - Brasil. Docente livre da Fac. de Medicina da UFRGS.
2Assistente da Cadeira de Clínica Dermatológica da Faculdade Católica de Medicina de Porto Alegre - RS - Brasil. Professor Assistente da cadeira de Anatomia e Fisiologia Patológica da Fac. de Medicina da UFRGS.

Trabalho realizado na cadeira de Clínica Dermatológica da Faculdade Católica de Medicina e no Laboratório de Anatomia Patológica - Porto Alegre - RS - Brasil.

 

Resumo

Os AA. apresentam a observação de dois pacientes portadores "Elastosis perforans" que julgam ser o 3º e o 4º casos da literatura brasileira. Dos estudos histo-patológicos inferem que o processo se inicia com alterações das fibras elásticas que passariam a se comportar como corpos estranhos, havendo, posteriormente, uma reação do derma tentando a fagocitose e, a seguir, sua extrusão através de anomalias hereditárias do tecido conjuntivo nos casos mencionados pela literatura universal. Salientam a cura das lesões pela crioterapia realizada, após terem observado a regressão das que sofreram a ação do congelamento na região biopsiada.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações