Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 46 Número 1




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Normas para colheita de material para exame micológico


JAYME DE AZEVEDO CARNEIRO

*Trabalho realizado na Cadeira de Dermatologia da Faculdade de Medicina na Univ. Federal Fluminense (Serv. do Prof. R. D. Azulay) e Laboratório de Micologia do Hospital de Clínicas da Fac. Ciências Médicas da UEG.*

Correspondência:
Carlos Alberto de Queiroz Carvalho Praia de Icaraí, 137 Niterói - Estado do Rio de Janeiro

 

Resumo

No presente trabalho mostramos que a freqüência elevada de resultados negativos nos exames micológicos, decorrem, em grande parte, da má colheita do material. Daí, propormos uma rotina de colheita adequada do material,visando um melhor resultado. As normas estão incluídas no trabalho, levando-se em consideração os três grupos principais de micoses: superficial, profunda de localização subcutânea e sistêmica.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações