Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 47 Número 1




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Terapêuticas de lepra pela clofazimina


NILSON CARVALHO DA SILVA1, A. ZEO2, RUBEM DAVID AZULAY1, A. B. PORTELO1, M. J. C. B. FRANÇA1, M. L. L. PELUSO1

1Técnico do Instituto de Leprologia
2Diretor-médico do Hospital Colônia Curupaity

B663, G30.220. Lampren, da Ciba- Geigy. Trabalho realizado em cooperação do Instituto de Leprologia do Hospital Colônia Cuupaity, e da Clínica Dermatológica da Universidade Federal Fluminense

Correspondência:
Rubem David Azulay Av. Atlântica, 3130, Apto 701 Rio de Janeiro - GB

 

Resumo

Vinte doentes lepromatosos, dos quais 15 sulfona-resistentes, foram tratados durante 1 a. 2 anos com a clofazimina. Os resultados foram, considerados bons do ponto de vista clinico, bacterioscópio, e histopatológico. Um estado ictiosiforme, pigmentação vermelha e escura e alguns sintomas díspépticos foram observados em alguns doentes, sem que houvesse qualquer interferência no prosseguimento do tratamento.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações