Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso tenha esquecido sua senha, solicite-nos.

Login como assinante

Prazo encerrado para respostas!

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 47 Número 2




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Microscopia eletrônica scanning: agente da micose de Jorge Lobo


WILSON MARQUES DE ABREU1, JOSÉ LISBOA MIRANDA2

1Doutor em Medicina. Professor de Histologia e Embriologia. F.C.M. da U.E.G.
2Professor Titular de Dermatologia, Escola Médica do Rio de Janeiro-U.G.F.

Observações realizadas na COPPE - UFRJ - Dep. MT - Coord. U.Q. Cabral.

Correspondência:
Wilson Marques de Abreu Rua Marquês de São Vicente, 182 Rio de janeiro - GB.

 

Resumo

Apresenta-se pela primeira vez em Microscopia Eletrônica « Scannning» (M.E.S.) a observação do agente da Micose de Jorge Lobo em seu <> parasitário, a derma. Fez-se cobertura pelo ouro em ângulo de 45°, com espessura média de 400 A e se observou em «Stereoscan», Scanning Electron Microscope, type 96.113, Mark 2 A. Os parasitos seccionados mostraram ser a membrana celular de carácter trilaminar. A lâmina mais externa é constituída de placas imbricadas dando ao fungo um aspecto eriçado. A lâmina intermediária é menos densa, embora mais espessa que as demais. O conteúdo celular mostra estruturas que se ligam à lâmina interna. Procura-se correlacionar os achados de M.E.S. com as imagens observadas em microscopia fotônica.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações