Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

39

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 47 Número 3




Voltar ao sumário

 

Simpósio “Dermatoses endêmicas no Brasil"

Cromomicose


DOMINGOS BARBOSA SILVA1

1Prof. Titular de Dermatologia do Centro Bio-Médico Universidade Federal do Pará.

Correspondência:
Domingos Silva Departamento de Dermatologia Faculdade de Medicina - Universidade Federal do Pará Belém - Pará – Brasil

 

Resumo

O A. aborda alguns aspectos particulares da cromoblastomicose, doença já registrada em todos os quadrantes da terra, sendo mais frequente, entretanto, na região neotrópica, onde estão situados mais de 80% dos casos conhecidos. O maior foco mundial da micose está na região, amazônica (Brasil). Os agentes responsáveis são do gêneros Phialophora e Cladosporium, porém este último gênero não é encontrado no Brasil. Ultimamente, o A. encontrou um caso de cromomicose determinado por Cladosporium sphaerospermium, que até então era considerado simples saprófita. Em seguida, o A. apresenta os magníficos resultados terapêuticos obtidos com butil-simpatol e 5-Fluorocytosine.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações