Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

35

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

35

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 49 Número 3




Voltar ao sumário

 

Artigos originais

Importância do cito-diagnóstico na prática dermatológica


CARLOS CLEY COELHO1, ANTONIO DE SOUZA MARQUES2, CARLOS EDUARDO DE V. SERPA3, WILSON MARQUES DE ABREU4

1Aluno da Pós-Graduação em Dermatologia da Faculdade de Medicina da U.F.RJ. Bolsista da C.C.T.P.M. da Universidade Federal do Espírito Santo.
2Prof. Adjunto da F.M. da U.F.R.J., Serviços dos Profs. F. E. Rabello e Sylvio Fraga - Responsável pelo Setor da Histopatologia Cutânea.
3Prof. Assistente da F.M. da U.F.RJ, Serviços dos Profs. F. E. Rabello e Sylvio Fraga - Coordenador de Pesquisa da Pós-Graduação em Dermatologia da F.M. da U.F.RJ.
4Prof. convidado da Pós-Graduação em Dermatologia da F.M. da U.F.RJ. - Responsavel pelo Setor da Citologia Cutânea.

*Trabalho apresentado no XXXI Congresso Brasileiro de Dermatologia (Prêmio Eduardo Rabello)1974.*

Correspondência:
Carlos Cley Coelho Clínica Dermatológica Ed. .Buaiz - 9° andar Vitória – ES

 

Resumo

Foram submetidos ao citodiagnóstico (esfregaço e imprint), 100 pacientes portadores de dermatoses vesico-bolbosas e tumorais. Os resultados obtidos foram comparados com os achados clínicos e histopatológicos. Nossos estudos revelaram: 1) Ser o mesmo um ótimo método diagnóstico auxiliar para os Pênfigos, o Herpes, o Zoster, a Varicela, o Molusco Contagioso, Epitelioma Basalióide e em menor grau a Ceratose Actínica, Morbus Bowen e Epitelioma Epidermóide 2) Que o aspecto celular fornecido pela “imprint” de tumores dérmicos é muito superior ao fornecido pela histopatologia, abrindo amplas possibilidades para o diagnóstico e classificação das hematodermias.

© 2020 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações