Sociedade Brasileira de Dermatolodia

Anais Brasileiros de Dermatologia

GO TO

ISSN-e 1806-4841

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Associado da SBD, caso não possua ou esqueceu sua senha, solicite-nos.

Assinantes dos ABD

7

dias para responder ao Questionário Online

Acesso Restrito:


Assinantes devem se logar utilizando o e-mail cadastrado como login. Se não possuir, ou não lembrar o seu login e senha, Solicite Aqui!

Associados da SBD

Volume 81 Número 3




Voltar ao sumário

 

Investigação

Micoses superficiais na cidade de Manaus, AM, entre março e novembro/2003

Superficial mycoses in the City of Manaus/AM between March and November/2003


JOSÉ AUGUSTO ALMENDROS DE OLIVEIRA1, JACQUELINE DE AGUIAR BARROS2, ANA CLÁUDIA ALVES CORTÊZ3, JULIANA SARMENTO ROCHA LEAL DE OLIVEIRA4

1Pesquisador Titular - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA - Manaus (AM), Brasil.
2Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica/ Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia / Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas - PIBIC/INPA/FAPEAM - Centro Universitário Nilton Lins - Manaus (AM), Brasil.
3Técnico Especializado - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA - Manaus (AM), Brasil.
4Professor de Farmacêutica-Bioquímica - Manaus (AM), Brasil.

Recebido em 14.09.2004. Aprovado pelo Conselho Consultivo e aceito para publicação em 22.04.2006. Trabalho realizado no Laboratório de Micologia Médica - Coordenadoria de Pesquisas em Ciências da Saúde - CPCS - Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - CPCS-INPA - Manaus (AM), Brasil. Conflito de interesse declarado: Nenhum _Como citar este artigo:_ Oliveira JAA, Barros JA, Cortez ACA, Oliveira JSRL. Micoses Superficiais na Cidade de Manaus / AM, entre Março e Novembro/2003. An Bras Dermatol. 2006;81(3):238-43.

Correspondência:
José Augusto Almendros de Oliveira Av. André Araújo, nº 2936, Bairro Aleixo 69060-001 - Manaus - AM Tel.: (92) 3643-3056 / Fax: (92) 3643-3055 "E-mail":mailto:almendro@inpa.gov.br

 

Resumo

*Fundamentos:* Micoses superficiais estritas são infecções fúngicas que se localizam nas camadas superficiais da pele e seus anexos. As micoses superficiais cutâneas representadas pelas dermatofitoses e candidíases podem ultrapassar a camada córnea da pele. Na região amazônica possuem incidência elevada. *Objetivos:* Estudar as micoses superficiais, estritas e cutâneas, diagnosticadas sob o ponto de vista epidemiológico e micológico. *Pacientes e Métodos:* Pacientes com suspeita clínica de micoses superficiais submetidos a exame micológico no período de março a novembro de 2003 no Laboratório de Micologia Médica/CPCS/INPA. *Resultados:* Foram realizados 394 exames, tendo 256 apresentado diagnóstico positivo. As micoses mais incidentes foram onicomicoses (135) e pitiríase versicolor (98). Malassezia spp. (77) e Candida spp. (72) foram os agentes fúngicos mais isolados. Tinea capitis apresentou maior ocorrência nos pré-escolares (3), e onicomicoses em adultos (94). O sexo feminino foi o mais acometido (91). Todas as classes sociais foram infectadas, com predominância da C (37). *Conclusão:* Onicomicoses e pitiríase versicolor acometeram sobretudo adultos. A tinea capitis ocorre principalmente, em crianças. As micoses superficiais apresentaram mais incidentes nas mulheres. Malassezia spp. e Candida spp. foram os agentes mais isolados.

Palavras-chave: FUNGOS, INCIDÊNCIA, MICOSES

© 2017 Sociedade Brasileira de Dermatologia - Todos os direitos reservados

GN1 - Sistemas e Publicações